Um blog destinado à luta contra a instauração de uma nova ditadura no Brasil







terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Ruptura constitucional

Não existe Chavismo sem Chávez


Está para acontecer aquilo que se esperava na Venezuela: a ruptura constitucional. Por quê? Por que devido ao cancer do "presidente" o data constitucional de 10 de janeiro de 2013 para a tomada de posse de Hugo Chávez, não está mais garantida e o presidente da Assembléia Venezuelana, Diosdado Cabello, insiste em prolongar o prazo para a investidura do enfermo para evitar a tomada de poder de Nicolás Maduro, o escolhido de Hugo Chávez. 

É isso mesmo, Diosdado Cabello, o homen que detem o poder sobre o partido e o exercito , não aceita ser preterido pelo moribundo Hugo Chávez em benefício do ex-motorista de omnibus e sinidicalista Nicolás Maduro, escolhido pelo caudilho para substituí-lo. Quando a autoridade comunista morre, morre a autoridade.

Diosdado não entende o porquê de ser preterido. Ele não precisa entender. No sistema criado pelo monstro Hugo Chávez, o poder está nas mãos de quem tem o poder e pronto. E quem tem o poder hoje na Venezuela sem Hugo Chávez é Diosdado Cabello, e pronto.

Investir um moribundo é a melhor opção chavista? De jeito nenhum! A melhor opção seriam novas eleições fraudulentas num cenário de comoção e emoção social por causa da morte de Chávez com Nicolás Maduro, o escolhido, eventualmente eleito presidente graças à máquina estatal.

Mas, é agora que o sistema "democrático" chavista começa a ter seus efeitos reais. Ele só teria funcionado com a vida longa do caudilho. Mas assim não quis o destino. E a doença de Chávez foi uma variável aceita, uma aposta remota. Pois aí está.

Agora vâo pagar pelos seus pecados todos os imbecis que votaram no monstro e também, o que é injusto, todos os que votaram contra ele. O que vem aí é instabilidade. Que Deus tenha piedade do povo de Venezuela.



terça-feira, 18 de dezembro de 2012

A oposição morreu, viva a oposição!

Lula e FHC, velhos companheiros



Tenho lido com frequência sobre a morte lenta da oposição, do medo de confrontar os superpoderes eleitorais do PT do Lula e da Dilma, da falta de união da oposição, traições etc...

Muito bem, é verdade, tudo é verdade. A oposição não existe como força organizada o suficiente para desalojar o PT do poder, mas não por ser o PT, e isso tem de ser esclarecido, mas por causa da estrutura do poder federal, o jeito que o poder é organizado cria dificuldades imensas para desalojar um partido disposto a tudo a se perpetuar no poder.

Eu sempre digo a amigos o seguinte: se o FHC tivesse feito para o Serra em 2002 o que o Lula fez para a Dilma em 2010, o Lula nunca teria sido eleito e o Serra teria sido o presidente. Por que não o fez então?, indagam. A resposta é simples, o PSDB, partido da esquerda mais moderada e mais apegada à verdadeira democracia, não utilisou a estrutura do poder federal de maneira massiva para garantir a vitória de seu candidato. Acreditavam ingenuamente que o PT seguiria o bom exemplo, que o PT reconheceria que o jogo limpo nas eleições continha a virtude de permitir que esse partido chegasse ao poder e essa virtude mereceria portanto ser preservada.

Fazer o quê? O PSDB, partido de esquerda, acredita na bondade e na honestidade do PT, outro partido de esquerda. O PT nunca foi oposição ao PSDB e o PSDB nunca foi oposição ao PT. O povo percebeu isso e por isso vota num ou no outro, tanto faz, mas já que o PT parece querer mais e é mais messiânico, então vai de PT mesmo!

Algo que comecei a perceber é o seguinte: a democracia brasileira é muito recente, o país está apenas desde 1990 escolhendo seus presidentes. Trata-se de apenas vinte e dois anos, é muito pouco. Ao mesmo tempo já são vinte anos de conscórcio esquerdista PSDB-PT e a tendência é o desgaste e o cansaço. As estrelas históricas dessas legendas vão envelhecendo, morrendo, e o povo começa a se perguntar:  e agora? 

E eles sabem disso, por isso o tudo ou nada, por isso o sonho totalitário, a imprensa inexistente, o partido único. Eles sonham com o dia que o povo não terá mais escolha, eles sonham com Cuba, com Venezuela, com o regime de sessenta e quatro, mas com a tchurma deles no poder, é claro.

Enquanto isso, já ouviram falar no novo ARENA? Visite o site e o nascimento, quem sabe, de uma verdadeira oposição no Brasil:   http://partidoarena.org/





domingo, 2 de dezembro de 2012

Os limites do vale-tudo



O marxismo prega o vale-tudo quando se trata de consolidar o poder da revolução comunista, ou seja, vale tudo para enfraquecer a oposição e vale tudo para fortalecer os aliados. Entretanto, o vale-tudo engendra um corolário tenebroso: a corrosão das regras que tinham sido institucionalizadas para dar sustentação à paz social.

Tradicionalmente, Estados protegem e tentam impor da melhor maneira possível essas regras, pois dela extraem sua própria legitimidade e até sua razão de ser. Por essa ótica vale se perguntar o seguinte: por que o PT adotou a política nefasta do vale-tudo desde que foi eleito, sucessivamente, para a posição suprema da república?

Alguém duvida que este seja o caso? Aparelhamento do Estado, desvio de verbas públicas em benefício do Partido dos Trabalhadores, violação de sigilos de membros oposicionistas, financiamento de fabricação de dossiês falsos para sujar a reputação de rivais, compra de votos de parlamentares (mensalão), violação sistemática das leis eleitorais, todas essas ações vão no sentido de fazer do Brasil um país sem lei e um país sem lei é um país sem paz social, uma fábrica de assassinatos, de abusos e de arbitrariedades.

Na sua perseguição fanática da destruição do velho para que possa surgir o novo, o PT joga na fogueira nossas leis, nossos costumes, nossos valores, nossa paz e nossa vida e ele faz tudo isso financiado com nosso dinheiro, usado para a compra de apoio via corrupção, assistencialismo, clientelismo e marketing político, somas fantásticas que, bem aplicadas, poderiam ser investidas num futuro melhor para todos.

Historicamente, esse tipo de política desembocou em guerra civil com imenso sofrimento para a população e o empobrecimento da nação. Foram movimentos armados que vieram das margens dos Estados vitimados e acabaram por substituí-los. Os movimentos esquerdistas estão tentando promover a mesma bagunça, mas a partir do interior mesmo do Estado conquistado não por armas, mas por eleições.

Um dia, o sofrimento decorrente dessa política começará e eles, sem as armas nas mãos, serão responsabilizados por uma sociedade livre; nesse momento cairão.

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Uma grande oportunidade




O Brasil tem hoje uma grande oportunidade de se recuperar de um atraso histórico no que se diz respeito a seu desenvolvimento institucional, mas o desafio é grande.

O processo passa por uma etapa jurídica e uma política. Para que o país seja libertado do jugo de tiranos infiltrados em todas as esferas da sociedade, é preciso que o ordenamento jurídico se adapte às necessidades da população, que seja acessível, rápido e que se estabeleça regras de convívio claras com limites de comportamento bem definidos e compreendidos pelos próprios cidadãos. Que cada cidadão seja seu próprio policial.

Passa também por uma etapa política e aí se trata de lutar contra as idéias marxistas, que promovem justamente a irresponsabilidade dos indivíduos o a subordinação da justiça à força do partido marxista que venha a estar no poder. A justiça marxista é definida pelo desejo do mais forte.

A democracia está aí. A liberdade de expressão está aí. Temos uma grande oportunidade, mas não significa que teremos a força de aproveitá-la. 

sábado, 10 de novembro de 2012

A deturpação dos governos



Por que sou contra o PT e a esquerda em geral? Por que sou contra Obama? Por que sou contra Hugo Chávez, Cristina Kirchner, Evo Morales, Rafael Correia e outros presidentes esquerdistas? Por que sou contra o comunismo chinês, coreano e vietnamita?

A resposta é simples: todos eles: 1. desprezam seus concidadãos, 2. são egoístas, 3. subvertem a política e os governos em benefício próprio, 4. por todas essas razões, adotam medidas e políticas que causam danos às pessoas no longo prazo.

Além disso, nenhum deles têm a mínima compreensão da democracia, nem desejam ter. Todos eles entendem a política como um jogo rasteiro, sujo, de manipulação de massa. 

Fazem o jogo de luta de classes para enfraquecer os cidadãos, dividi-los para melhor os conquistar. Tornam influente a vigarice de que já que eles sempre fazem tudo a favor do povo, todos aqueles que os criticam só podem estar agindo contra o povo, sobretudo contra os pobres. Dessa maneira perseguem jornalistas e meios de comunicação independentes e até cidadãos críticos (essa é a razão pela qual prefiro me manter anônimo, pois enfrentar abertamente os covardes que detêm o poder estatal e o utiliza contra seu próprio povo seria uma tremenda idiotice, além de autodestrutivo). 

É claro que os esquerdistas não são os únicos que praticam a manipulação, a corrupção e se utilizam do poder estatal para submeter os cidadãos às suas vontades, mas são os únicos que defendem essas práticas abertamente como modo aceitável e desejável de se fazer política. 

George W Bush é considerado um traidor do movimento republicano americano, pois aumentou de maneira escancarada os gastos públicos. Manipulou as massas promovendo cortes nos impostos, mas que serão cortes fatalmente temporários e enganosos, pois eventualmente os gastos promovidos por sua administração terão que ser pagos... via impostos!

George W Bush desembocou num Obama, pois a política manipulada culpou a crise econômica atual nos cortes de impostos (bandeira do partido republicano) e não no aumento dos gastos públicos (bandeira do partido democrata), ainda mais quando foi um presidente democrata, Bill Clinton, que tinha conseguido zerar o déficit no seu país. Nesse sentido, Clinton foi muito mais republicano que Bush e Bush, o gastador, foi muito mais democrata. Sintomaticamente, o ex-presidente Bush não foi convidado a discursar na convenção republicana que nomeou Mitt Romney candidato a presidente.

Governos socialistas sempre se comportam como máfias, usando o dinheiro de todos, beneficiam a si e seus apoiadores ao detrimento de todos. E fazem isso em nome dos pobres, com o dinheiro dos pobres! 

Nessa semana foi arquivado um processo que pretendia investigar a fortuna do filho de Lula. Ninguém foi ouvido. Na Argentina, setecentos mil cidadãos promoveram uma manifestação contra os abusos de Cristina Kirchner, foram ignorados, taxados de reacionários, ou alguma babaquice do gênero. 

Me mostre um comunista pobre e talvez eu mude de ideia. Já viram a casinha pobrezinha na qual mora Fidel, e o casebre de Hugo Chávez? Comunista gosta é de dinheiro mesmo, e o pobre que continue a acreditar no seu discurso  e sustentá-lo!

Um dia os governos já foram usados em benefício do povo, alguém se lembra desse dia?

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Obama, a decadência dos EUA

Analista experiente Dick Morris garantiu publicamente que haveria, sem dúvida, vitória folgada de Romney, que seria baseada em leitura profunda de pesquisas, ele errou. Ele terá dificuldade de se explicar, pois parece que as eleições foram para o Obama. De qualquer jeito, pior para os Estados Unidos, para o mundo e para o Brasil.

domingo, 4 de novembro de 2012

Quando a poeira baixar



Veja aonde nos trouxe o petismo: cada eleição determina se estamos mais próximos ou não da morte da nossa democracia. A extrema esquerda entendeu que uma vez que prevalecesse a confusão feita entre eleição e democracia, o que não é dificil num continente com imensas lacunas na educação, basta que se mantenha eleições para se obter um semblante democrático e ao mesmo tempo instaurar um sistema autoritário e sem alternância, uma especie de ditadura branca (tipo:Venezuela, Equador, Bolívia, Argentina).

E agora? Qual é a situação pós eleições de 2012? Bom, vamos começar com a maior ameaça contra nossa democracia: Lula.

Essas eleições significaram um fracasso para o plano de Lula de se tranformar no grande timoreiro, no "el comandante", no líder máximo do Brasil. Ah, mas ele elegeu Haddad em São Paulo. Não, ele não tem esse poder. Quem elegeu Haddad em São Paulo foi a ausência de um candidato verdadeiramente competitivo no contexto atual. O Serra não é competitivo? Não. Já foi, tanto é que sempre obteve êxito em São Paulo, mas não é mais, deve ser o desgaste pelo tempo, ou índice de rejeição, em bom marquetês.

Vamos então àqueles que o fascismo petista não conseguiu eleger: Pelegrino em Salvador, Patrus Ananias em Belo Horizonte, Manoela D'Avila em Porto Alegre, e Graziottin em Manaus, só para citar alguns municípios que foram para a oposição. Há vários outros ainda, que apesar de terem tido o apoio do PT, podem no máximo serem considerados aliados de ocasião, como Fruet em Curitiba e Paes no Rio.

E para piorar as coisas para o lado do molucso maravilha, o julgamento do mensalão, além de mandar a culpula petista histórica para o xadrez, ameaça abrir uma caixa de Pandora onde foram contidos, até agora, os podres da máfia que arrecadou dinheiro para a primeira eleição do tirano barbudo. Valério está condenado, acuado, ameaçado e só tem mais uma coisa a perder: a vida, e por causa disso, já está dando com lingua nos dentes como forma de apólice de seguro. Não é minúscula a possibilidade de Lula acabar no banco dos reus em 2013 em processos ligados aos desdobramentos do mensalão.

Para um partido que tinha como objetivo substituir o PMDB na posição de lider absoluto no número de prefeituras, os resultados do PT de 2012 foram pífios apesar de um pequeno avanço. Isso significa que a hegemonia petista continua muito mais um projeto de poder distante do que uma realidade. Significa também que o partido continua a depender da boa vontade dos aliados, sobretudo do PMDB.

A oposição, por seu lado, se dá conta de que existe espaço para um discurso que recupera aquilo que é percebido como uma virtude do petismo, a inclusão dos mais pobres no discurso político, mas com um diferencial que tem de ser martelado constantemente, um projeto de poder sem os vícios instutentáveis do petismo: a corrupção e outros crimes como instrumento de política, o autoritarismo partidário, os ataques constantes às liberdades fundamentais, a depredação das instituições e das leis e todo o atraso que essa forma de fazer política acarreta ao país.

É preciso salientar também que a atuação de Aécio Neves e Eduardo Campos vai ser muito importante para frear o projeto totalitário petista.

 



segunda-feira, 29 de outubro de 2012

A terceira derrota comunista

ELIMINADA!


As capitais brasileiras ficaram livres da vergonha de ter um comunista eleito prefeito por quatro anos. Vergonha por quê? Simplesmente porque quatorze anos após a queda do Muro de Berlim, a humanidade não deve, não pode mais tolerar a infâmia representada pela foice e pelo martelo. Milhões de assassinados, torturados, humilhados, escravizados em Gulags (14 milhões) na antiga União Soviética e no seu império não podem deixar de servir de aviso sobre a monstruosidade gerada na mente infernal de Karl Marx, cujo maior legado para a humanidade foi o ódio. 

Qualquer pessoa que se considere um ser humano com o mínimo de decência tem de rejeitar enfaticamente esse partido que não renunciou ao seu objetivo medonho: dominar, fuzilar, torturar, humilhar, eis seus instrumentos de política.

O PC do B chegou assustadoramente perto de conquistar uma capital brasileira neste ano de 2012. Suas candidaturas mais fortes foram derrotadas em Porto Alegre e em Florianópolis, só faltava Manaus, onde chegaram ao segundo turno. Não falta mais. Parabéns bravo povo brasileiro. Parabéns Arthur Virgílio Neto. 

Mas não nos iludamos, esses demônios não desistem, mas tudo bem, nos também não desistiremos.   

sábado, 20 de outubro de 2012

Democracia em berço esplêndido



A blogosfera democrática, a verdadeira, aquela que sabe o que é democracia, aquela que não acredita que um país liderado por uma figura ou um partido que se põe acima das leis e das instituições possa em algum momento ser chamado de país democrático, qualquer que seja essa figura ou esse partido, anda um pouco sem folego, um pouco pessimista.

Há razões para esse pessimismo? Há, sim. O fascista Hugo Chávez venceu as eleições na Venezuela onde não se permitiu observadores internacionais, portanto, eleições com alto índice de possiblidade de fraude pro-governo. Na Argentina, a fascista Cristina Kirchner adota medidas mais severas nas áreas de liberdade de imprensa e liberdade econômica dos cidadãos. No Brasil, tem-se a impressão que o fascismo petista avança em São Paulo tendo em vista a grande vantagem aperente de Haddad nas pesquisas.

Entretanto, há razões para otimismo também. Na Venezuela, o candidato de uma oposicão unida, como nunca na história daquele país, Henrique Capriles, fez uma belíssima campanha, demostrando ao mundo e ao chavismo que há sim grande oposição ao projeto totalitário do "Führer" venezuelano. Além disso, infelizemente para a pessoa de Hugo Chávez, mas felizmente para o que resta da democracia daquele país, há sinais de que não resta muito tempo de vida ao "presidente comandante" devido a um cancer agressivo. Vale dizer que, com o eventual desaparecimento de Chávez e da cúpula comunista em Cuba (por causa da idade avançada dos irmãos Castro) , a America Latina terá uma oportunidade única de enterrar de vez no lixo da história o comuno-fascismo que ainda sobrevive por aqui.

Nos Estados Unidos, Romney tem reais chances de vencer em novembro, o que, por via de regra, não deveria ser o caso (é normal o presidente ser reeleito).

No Brasil, estão ocorrendo fatos políticos verdadeiramante alentadores. Apesar da aparente vitória iminente do lulo-fascismo na capital paulista, o petismo naufragou na esmagadora maioria das capitais onde disputaram ou apoiram candidatos. E mais, naufragou no nordeste e sobretudo em Recife, onde os mistificadores da imprensa petista colocavam o molusco na condição de rei absoluto, seu candidato amargou uma humiliante derrota, não conseguindo chegar sequer ao segundo turno e perdendo até para um...Tucano! Em Salvador da Bahia, veslumbra-se a vitória do neto de Antônio Carlos Magalhães sobre o petista Nelson Pelegrino apesar do aporte maciço da máquina estadual Baiana de Jaques Wagner e federal de Dilma Rousseff. O petralha pode até vir a vencer, mas sem dúvida, se a mística da hegemonia fascista petista fosse se confirmar, ACM neto não teria sequer chegado ao segundo turno.

Em favor da democracia, há também a rejeição da ascenção do PC do B que chegou a ter chances reais em três capitais: Porto Alegre, Florianópolis e Manaus (veja posts anteriores). Essas candidaturas naufragaram nas primeiras duas capitais e a de Manaus chegou ao segundo turno, porem correndo longe do primeiro colocado, ninguem menos que Arthur Virgílio que uma vez ameaçou dar uma surra no molusco, perdeu sua vaga no senado por causa disso, mas não morreu politicamente não, está aí, firme e forte! A importância dessas derrotas é enorme pelo que representa a aceitação desse partido no jogo democrático, é assunto que merce um post exclusivo, mas ainda falta Manaus.

Além da oposição, o fascismo petista tem de vencer o tamanho e a complexidade do Brasil para impôr sua hegemonia, e há de se dizer : NÃO ESTÁ CONSEGUINDO.  Também é importante lembar que a base aliada de hoje será o adversário de amanhã. O país descobre também, graças ao julgamento do mensalão, que temos um terceiro poder da república que é independente, sim, temos um poder judiciário apesar de tudo e no final das contas. 

Um dia o PT aínda acaba isolado pela arrogância e pela incompetência, e finalmente nossa democracia poderá descansar em berço esplêndido.

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

IBOPE, será mesmo?



Como as pesquisas vêm errando feio nessas eleições! Foram desmentidas categoricamente pelas urnas, é claro! Interessante como os erros sempre beneficiam os candidatos favoritos dos jornalistas. Bom, na verdade, está mais para trágico do que para interessante. Trágico porque quando se trata dos marginais do poder disputando eleições, tudo fica sob suspeita: institutos de pesquisas privados, que podem ser comprados com a fabulosa dinheirama surrupiada do povo pelo partido dos mensaleiros, e até as urnas eletrônicas que podem ser manipuladas e alteradas para favorecer o candidato do "projeto de poder popular" que fica acima de "valores burgueses", valores tais como a real vontade do cidadão na hora de digitar seu voto.

Venho denunciando há algum tempo os verdadeiros reacionários que estão entre nos. São aqueles que desejam um retorno ao velho sistema aristocrático, com subordinação moral e jurídica diante do príncipe moderno representado pelo partido e comandado por dinastias vermelhas, como a dos Castro em Cuba e dos Sung na Coreia do Norte. Nós, os verdadeiros progressistas, queremos a manutenção da verdadeira novidade que surgiu na humanidade: a república representativa, estado de direito com uma economia de mercado livre. Nesse sistema, tirano algum está acima da lei.

Diante da popularidade evidente do principio da igualdade perante a lei, os Marxistas derrotados da guerra fria tentam de todas as maneiras inserir sua ideologia macabra. Corrompem e fraudam o sistema que não conseguiram destruir por fora. Agem nas redações, apoiando candidatos liberticidas ao detrimento dos fatos que deveriam divulgar, sendo que a divulgação dos fatos deveria ser a função primária do jornalismo e que o jornalismo independente faz parte essencial de qualquer democracia. Uma coisa é a publicação apoiar abertamente uma tendência política, outra coisa é a mesma ocultar e distorcer fatos para manipular seus leitores na defesa  dessa tendência.

Se jornais honestos, pesquisas de intenção de voto independentes e equilíbrio de forças compõem o delicado ecossistema democrático, os partidos da esquerda radical representam uma ameaça real de poluição e envenenamento que poderá ser fatal.

Resultado: no ambiente político atual, as pesquisas podem até ser reais, mas eu não acredito mais nelas. Tomara que ainda dê para acreditar nas urnas eletrônicas.



sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Alguns dados positivos

ELIMINADA!

ELIMINADA!

SÓ FALTA ESSA...


Dediquei algumas postagens ao perigo da ascensão nas pesquisas de candidatas do Partido Comunista do Brasil em três capitais brasileiras. As pesquisas chegaram a apontar empates técnicos com participação comunista em Porto Alegre, Florianópolis e Manaus.

Felizmente o povo foi capaz de reconhecer o potencial assassino desse partido criminoso e detonou os comunas em Porto Alegre (vitória do PDT) e Florianópolis (segundo turno entre PSD e PMDB). Em Manaus, a prostituta do Diabo (não há como chamá-la de outra coisa) consegue chegar ao segundo turno, mas pasmem, com a metade dos votos atribuidos a ela pela boca de urna das pesquisas, que aliás, têm errado feio nessas eleições. Arthur Virgílio, pesadelo de Lula, chega ao segundo turno com uma vantagem de vinte pontos e deve confirmar a vitória e a derrota total do Partido dos assassinos nas três capitais.

Cem milhões de seres humanos assassinados por esse partido desde 1917 agradecem aos cidadãos brasileiros pelo reconhecimento de seu destino cruel. A recompensa será a paz e a vida.

Voltemos nossas atenções para Manaus.

domingo, 30 de setembro de 2012

Para tudo!

Há tempos, o jornalismo militante e adestrado no Brasil faz o que pode para ocultar um desastre que já vem sendo programado há anos na Venezuela, ou seja, o banho de sangue resultante de dois fatores criados pelo Chavismo: de um lado, a disseminação em massa de armas e de ódio na população civil (milicias chavistas) e, por outro lado, o choque final e inevitável da eventual alternância de poder da democracia prometida  com a ditadura de fato imposta.  Eu já previ isso num post de novembro de 2011 (aqui). Se eu, um simples blogueiro, consegui adicionar um mais um e chegar a essa simples conclusão, por que a grande imprensa não foi capaz? 

Pois bem, o banho de sangue já começou, com o assassinato de dois dirigentes da oposição (que a Folha reduziu a "simpatizantes da oposição"). Ao que tudo indica, trata-se das primeiros litros de sangue que encharcarão o solo venezuelano. Na imprensa, o que se vê são praticamente notas de rodapé sobre o assunto, se comparado com outras notícias (inclusive de apoio a Chávez) sobre as eleições daquele país que se realizarão no dia sete de outubro. 

A morte desses dois senhores tinha de ser manchete principal! Onde estão nossas prioridades, Santo Deus? Eles não percebem que mortes significam o fim de tudo? Não há mais eleições, não há mais Venezuela, não há mais futuro algum, não há mais nada quando chega a morte! Para tudo! É por isso que nosso continente é campeão de mortes não naturais, causadas por fatores externos. Por aqui, não se reconhece o que há de mais precioso, por aqui, NÃO SE DÁ VALOR À VIDA!

De resto, o socialismo está entregando aquilo que sempre prometeu (no fundo) e entregou historicamente : morte e miséria. 

Mensagem para os esquerdopatas: TIREM MARX DA CABEÇA, DOS OLHOS E DA BOCA! ISSO NUNCA ACABOU BEM E NUNCA VAI ACABAR, SEUS IMBECIS! 

domingo, 23 de setembro de 2012

Operação anti-ditadura. Ou: Os Comunistas do PC do B prometem assassinar milhões de brasileiros, está em seu estatuto!

Manoela...


Angela...



e Vanessa, bonitas por fora, monstruosidades por dentro, a beleza será o suficiente para enganar o povo?





Faz três semanas que não publico um post neste meu blog. Aconteceu assim por duas razões: aumento de exigência na área profissional e a conveniência de deixar o meu último post no alto da página, pois ele é de suma importância.

Trata-se do crescimento de um partido abertamente assassino e ditatorial, o PC do B. No estatuto desse partido que deveria ser banido, consta sobre o partido o seguinte: "guia-se pela teoria científica e revolucionária elaborada por Marx e Engels, desenvolvida por Lênin e outros revolucionários marxistas".


É  interessante observar a existência do ódio que atravessa as décadas e até mesmo os séculos quando esse ódio é contido em manifestos e livros produzidos por aqueles que acreditam na canalização do ódio como instrumento efetivo da política. Marx recuperou o ódio dos sanguinários Jacobinos, Marat e Robespièrre, maquiou-os com elementos de teoria econômica e filosófica no Manifesto Comunista e em "Das Kapital".


O que acontece é que esses partidários do ódio ficam refens desse ódio cego, desumanizante, quando chegam a uma posição de poder. Em seguida, utilizam-se dos canais do poder (meios de comunicação, órgãos estatais, escolas públicas) para disseminar esse ódio que lhes permite então ter força para ficar no poder e exterminar moralmente e fisicamente seus adversários políticos.


Desse modo, Marx, Engles, Lênin e outros revolucionários marxistas, tais como citados no estatuto do PC do B como "guias", não passam de vetores de ódio e desprezo do passado que ficou contido em suas idéias, em sua literatura.


Atrocidades: A lista de atrocidades cometidas por esse elementos criminosos (sob o ponto de vista dos direitos humanos e da moralidade cristã) é extensa e não caberia nesse post. Podemos citar como exemplo a fato de Lênin ter confiscado todos os alimentos dos camponeses e em seguida, todas suas sementes também. O resultado foi uma fome provocada que matou cinco milhões de homens, mulheres e crianças e fomentou atá o canibalismo. Tudo isso com a intenção de enfraquecer, desmoralizar a religiosidade dos camponeses e obter sua obediência. A literatura está cheia de referências, provas documentais e testemunhos dos atos de brutalidade indescritíveis desses facínoras que inspiram o PC do B.


O fato de termos partidários desses monstros e suas idéias monstruosas chegando ao poder em algumas prefeituras nos remete a 1964, a matança comunista no Brasil teria sida apenas postergada com a derrota temporária dos Comunistas naquele momento? 


A resposta a essa pergunta depende hoje de nossa geração. O que se observa na atualidade é a indisposição dos anti-comunistas para se manifestarem. Por quê? Ora, porque faz décadas que nossa cultura está sob influência marxista. Jornalistas, professores, políticos, muitos formam enganados por um trabalho incansável de mentiras sobre a história e a manipulação emocional (casamento do marxismo com Freud pela escola de Frankfurt).


Temos de quebrar imediatamente essa espiral do silêncio que favorece os facínoras, senão estaremos assinando nossa pena de morte, a destruição de tudo que foi construído nesse país ao long de décadas e o fim de nossa democracia. É o que nos ensina a história, é só pesquisar.


Por fim, uma boa notícia e uma má. A candidata comunista Manoela d´Ávila despenca nas pesquisas em Porto Alegre, mas a Comunista Vanessa Grazziotin está em empate técnico em Manaus após intervenção do Bolivariano e mensaleiro Lula naquela campanha.

Não foi feita pesquisa em Florianópolis desde o dia dois de Setembro, quando existia empate técnico entre a comunista Angela e Cesar do PSD.

domingo, 2 de setembro de 2012

A ascenção do partido inconstitucional e anticonstitucional

Eleitor típico do PC do B


Algo de muito grave está acontecendo na política nacional: a ascenção  de um partido que PREGA ABERTAMENTE A VIOLAÇÃO DAS CLÁUSULAS PÉTREAS DE NOSSA CONSTITUIÇÃO! Num site da Cámara dos Deputados, encontrei uma boa definição de cláusula pétrea que reproduzo aqui:


Cláusula pétrea click aqui 

Determinação constitucional rígida e permanente, insuscetível de ser objeto de qualquer deliberação e/ou proposta de modificação, ainda que por emenda à Constituição.
As principais cláusulas pétreas estão previstas no artigo 60 da Constituição, parágrafo 4º: “Não será objeto de deliberação a proposta de emenda tendente a abolir: a forma federativa de Estado; o voto direto, secreto, universal e periódico; a separação dos Poderes; os direitos e garantias individuais”. Os direitos e garantias individuais são relacionados no artigo 5º, que tem 77 incisos. 

Posso demonstrar exibindo o estatuto do PC do B que eles realmente pretendem, de maneira institucional, partidária, violar as cláusulas pétreas da nossa constituição: 

Do site to PC do B:


Estatuto do Partido Comunista do Brasil - PCdoB

Versão atualizada no Congresso Extraordinário, em agosto de 2010
Capítulo I – Do PartidoArtigo 1º

O Partido Comunista do Brasil, fundado em 25 de março de 1922, reorganizado em 18 de fevereiro de 1962 e legalizado, na fase atual, em 27 de maio de 1985, é o partido político da classe operária e do conjunto dos trabalhadores brasileiros, fiel representante dos interesses do povo trabalhador e da nação. Organização política de vanguarda conscie
nte do proletariado, guia-se pela teoria científica e revolucionária elaborada por Marx e Engels, desenvolvida por Lênin e outros revolucionários marxistas. 


Conclusão: A teoria científica e revolucionária elaborada por Marx e Engles DETERMINA INCONTESTAVELMETNE A VIOLAÇÃO DAS CLÁUSULAS PÉTREAS DA NOSSA CONSTITUIÇÃO.



Artigo de Renato Rabelo, presidente nacional do Partido Comunista do Brasil (PC do B) no site desse partido: 

Renato Rabelo destaca que neste ano o PCdoB concorre às 
eleições com 13.614 candidatos. “Os números falam por si. Dobramos o número de candidatos a prefeito e 
quadruplicamos o número de candidatos a vereador, 
quando comparamos com os números de 2008”.

O presidente do PCdoB também destacou as disputas em capitais importantes do país. “Em Porto Alegre, desde o início da campanha, Manuela vem disputando o primeiro lugar nas pesquisas; em Florianópolis, Angela Albino se mantém em primeiro; outro destaque é Fortaleza, Inácio e Chico ocupam o segundo lugar nas pesquisas, mesmo com um tempo mínimo de TV e rádio; em Manaus, Vanessa também disputa o primeiro lugar; e em Goiânia, Isaura Lemos ocupa o segundo lugar nas pesquisas”, atualizou.

Além disso, o Partido está no páreo, em condições competitivas, também em cidades importantes como Caxias do Sul (RS), Contagem (MG), Foz do Iguaçu (PR), Jundiaí (SP) e Olinda (PE). Mesmo em capitais, como São Paulo, Salvador e Rio Branco, onde o partido não encabeça as chapas para prefeito, os comunistas apoiam candidaturas com forte apelo eleitoral.

VOLTEI

Está ocorrendo a ascenção de um partido que está prometendo acabar com a nossa democracia, com as garantias dos direitos fundamentais, do voto secreto, com o pluralismo político, com a liberdade de expressão, com a liberdade de crença, pois tudo isso consta da "teoria científica e revolucionária elaborada por Marx e Engles, desenvolvida por Lênin e outros revolucionários marxistas" defendida pelo PC do B em seus estatuto! 

Está na hora de os outros partidos políticos questionarem politicamente e JURIDICAMENTE a legitimidade da existência mesmo desse partido na nossa democracia. Trata-se de uma questão de sobrevivência de todos os outros partidos no Brasil, da nossa democracia e da segurança dos nossos direitos fundamentais!







sábado, 25 de agosto de 2012

Por um mundo sem totalitarismo assassino


Manchado com o sangue de cem milhões de seres humanos


Em mil novecentos e sessenta e quatro os militares puserem fim a ameaça comunista representada pelo governo Goulart. Passados quarenta e oito anos, a poderosa maquina da propaganda esquerdista conseguiu convencer  muitas pessoas que essas ameaças não existiam, que os militares queriam apenas poder para fazer cumprir as ordens do grande mestre dominador do mundo, os Estados Unidos da America. Tenho de admitir que fui um dos enganados na minha juventude como foram Reinaldo Azevedo, Olavo de Carvalho e outros que hoje largaram e abominam a droga vermelha.

Hoje tenho plena consciência da destruição causada pelos comunistas no mundo inteiro ao longo da história. Eles foram responsáveis por crimes inaceitáveis que vitimaram literalmente dezenas de milhões de pessoas. Hoje assisto com horror a foice e o martelo sendo transmitido pela televisão no horário eleitoral gratuito, sabendo a desgraça que esse símbolo representa para a humanidade.

Hoje, no ano dois mil e doze, tenho, graças aos militares de mil novecentos e sessenta e quatro, a liberdade para escrever nesse blog. Peço perdão a esses bravos e honoráveis senhores por todo o ódio que senti contra eles durante o tempo que fui doutrinado (inclusive por membros da minha própria família) a acreditar em uma versão falsa da história e percebo que eles talvez tenham sido responsáveis pela salvação de milhões de vidas humanas se formos analisar o que significou a chegada ao poder das ratazanas vermelhas nos outros países.

A dita branda fez aquilo que os facínoras vermelhos nunca teriam feito caso eles tivessem tomado o poder absoluto: pouparam a vida da imensa maioria de seus adversários e ainda os deixaram atuar livremente na cultura e apesar desse grande erro, se comportaram como gente decente e lutaram apenas contra aqueles terroristas que matavam, tentando provocar uma guerra civil sangrenta no país. Os comunas já fuzilam qualquer suspeito, sem cerimonia, eis a natureza maligna desses psicopatas.





sexta-feira, 17 de agosto de 2012

A trapaça em nome dos brasileiros

Dilma, Paes, Cabral, a bandeira só pode ser tocada por pessoas usando luvas. É  difícil de entender? Bando de jumentos!


Para um brasileiro,  qual é o valor de uma promessa ? Que valor tem um documento assinado contendo obrigações quando esse documento foi assinado por um brasileiro? Pergunte para o Comité Olímpico Internacional e ele lhe responderá : zero, nenhum!

Pois é, trata-se do fato de que, na condição de próxima anfitriã dos jogos olímpicos, a cidade do Rio de Janeiro tem o privilégio de manter em sua guarda a bandeira olímpica oficial. 

"Para receber a bandeira, o Comitê Organizador Rio 2016 assinou um compromisso que diz, entre outras coisas, que ela não pode sair da caixa em passeios de rua, não ser desfraldada nem tocada sem luvas. O símbolo dos Jogos chegou ao Rio pelas mãos do prefeito Eduardo Paes na segunda-feira. No dia seguinte, foi levada a Brasília para ser tocada pela presidente Dilma Rousseff. E nem mesmo os moradores do pacificado Complexo do Alemão ficaram de mãos abanando. Nesta quarta-feira, a bandeira foi apresentada à comunidade e tocada, sem cerimônia, quebrando mais uma vez o protocolo estabelecido pelo Comitê Olímpico Internacional (COI)" (Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/rio/bandeira-olimpica-chega-ao-complexo-do-alemao-protocolo-quebrado-mais-uma-vez-5795024#ixzz23oQZNCe2 ).

Qual é a dificuldade? O que há de complicado no conceitos de "confiança", "honestidade", "compromisso"? Por que esses conceitos são tão fáceis de serem entendidos pelos mais comuns dos cidadãos e ao mesmo tempo incompreensíveis pelas nossas lideranças? Eles não entendem que para marcar uns pontinhos populistas a mais hoje estão jogando no lixo a reputação e a honra de todo um povo a longo prazo?

Quem são esses brasileiros, afinal, incapazes de cumprir uma promessa simples relacionado ao manuseio de uma bandeira? E por que assinaram um documento se não pretendiam cumprir-lo? Podemos confiar nesse povo para o que, então?

É assim, Dilma e Cabral, que se destrói a reputação de um povo. Por que vocês fazem isso conosco? Por que vocês odeiam o povo brasileiro que votou em vocês e lhes pagam o salário e os sustentam? 

Pobre povo brasileiro.




sábado, 4 de agosto de 2012

A ditadura das falsas vítimas. Ou: A destruição criminosa de um conceito

Ele tem uma opinião própria, como ousa?

A histeria das lutas de classe se intensifica, o ódio que Marx legou para humanidade se espalha. Nos Estados Unidos, onde a liberdade de expressão é uma vaca sagrada, políticos estão perseguindo pessoas por delito de opinião. 

Rham Emanuel, prefeito de Chicago, Thomas Menino, prefeito de Boston, junto com vereadores de suas respectivas cidades, declararam publicamente que farão todo o possível para impedir que novas lanchonetes da popular franquia Chick-fil-A possam abrir novas unidades, negando alvarás de construção.

A razão da descriminação contra a rede: a família que é proprietária defende abertamente a conceito de família tradicional e faz doações para ONGs que combatem a destruição da definição de casamento, ou seja, que o que define a palavra casamento é a união entre um homem e uma mulher.

Que fique claro, eles não combatem o direito da união entre homossexuais e não pregam a descriminação deles. Eles estão na defensiva, defendendo um conceito tradicional que está sendo brutalmente atacado. 

O movimento gay quer ver o fim da união heterossexual como conceito de casamento ideal para a proteção da família, célula essencial da sociedade e núcleo de toda a legislação que trata da família (herança, pensão, reconhecimento oficial).

O movimento Gay não luta pela criação de legislação que reconheça uma novo tipo de união, com sua própria instituição e construção jurídica, mas sim pela imposição do reconhecimento de que conceitualmente não existe diferença alguma entre um casal homossexual e heterossexual, o que significaria negar a existência mesmo de gêneros diferentes. 

O que mais diferencia uma pessoa sã de uma pessoa insana é a capacidade de diferenciação da realidade material e objetiva. Que não restam dúvidas: o alvo principal desse movimento gay que se impõe hoje é nada mais e nada menos do que a nossa sanidade.

segunda-feira, 30 de julho de 2012

Defendendo um Estado para todos



A velha batalha do bem contra o mal, é disso que se trata, antes de mais nada, a maior batalha política que já tivemos na história deste país. 


O Brasil teve uma proclamação de independência hesitante, fruto, não de um verdadeiro clamor popular, mas de uma disputa interna da corte portuguesa. O mesmo pode ser dito sobre o surgimento da nossa república, cuja instauração dependeu sobretudo da vontade da cúpula do exercito. Popular mesmo foi a resistência contra a dita cuja em várias regiões e muitas vezes armadas. 


Houve instâncias em que o clamor popular coincidiu com parcelas do poder político, o que possibilitou mudanças importantes como a abolição da escravidão, avanços democráticos e a instituição de um Estado forte, propulsor de desenvolvimento.


E agora, em tempos de mensalão, o que quer a maioria da população brasileira? Ora, se a adesão maciça aos valores cristãos for um indício, como eu creio que seja, e o apoio ao impeachment por razão de corrupção do Collor, idem, então o povo quer a honestidade e a decência na política, o que significa uma política realmente voltada àquilo que ela promete quando instituída pelo voto.


O choque no Brasil se da hoje entre uma parcela importante do poder político (o mal) , com suas verbas públicas, suas estatais e seus canais de comunicação, defensores de um corporativismo feroz, autoritário e amoral e a grande maioria da população (o bem) que anseia pela continuação do seu desenvolvimento econômico e social via um Estado SINCERAMENTE subordinado a esses objetivos.


Violência, pobreza, ignorância predominarão se o mal vencer, desenvolvimento contínuo, prosperidade e liberdade predominarão se o bem vencer. Nessa batalha, muito depende da atuação dos onze ministros do STF no momento de julgar o Mensalão.


Que Deus os ilumine.






quarta-feira, 25 de julho de 2012

A HORA É AGORA!

VAMOS MARCHAR EM AGOSTO!


Estamos a alguns dias do começo da maior esperança para começar a mudar a cultura política da corrupção que impera no país hoje. A mudança não vai ser do dia para a noite, mas o recado tem de ser dado: CHEGA DE ROUBAR O POVO BRASILEIRO! CHEGA DE MAQUIAVELISMO VIGARISTA NA POLÍTICA! RESPEITO COM O DINHEIRO DO POVO , QUE É SOFRIDO!


PRISÃO PARA OS MENSALEIROS E TODO ESTE SISTEMA CORRUPTO!


A HORA É AGORA, VAMOS MOBILIZAR AS REDES, VAMOS ÀS RUAS EM AGOSTO! 

terça-feira, 24 de julho de 2012

Política mafiosa



Foi noticiada a morte em Cuba de Oswaldo Payá, um conhecido crítico do regime castrista. A informação oficial vinda da ditadura da ilha tenta impor a versão de que se tenha tratado de um mero acidente de carro. Ainda, no momento de seu enterro, os capangas dos Castros prenderam mais alguns críticos do regime. 


Tem gente que defende esse excremento para nós aqui no Brasil. Querem tornar o país inteiro numa gigantesca Rocinha, sendo que brasília seria a sede do tráfico de influência. Você sabe o que acontece com o cidadão que critica o chefão do tráfico nas favelas, não é? Pois é, em Cuba e em todas as outras ditaduras do mundo É A MESMÍSSIMA COISA!


Se você critica o chefão, você vai preso, é ameaçado junto com sua família, é torturado e eventualmente assassinado.


É por isso que dedico o pouco tempo que tenho de folga para denunciar esses vigaristas no meu blog.

domingo, 22 de julho de 2012

Objetivos políticos



Quais são os objetivos políticos da esquerda no Brasil e no mundo? O que eles querem afinal? O bem estar do povo é que não é. É facílimo constatar que nos sistemas socialistas/comunistas o povo sofre e a classe dirigente fica no mais absoluto bem bom. 


Então, o que eles querem? Luxo, poder absoluto, imunidade. Os maiores reacionários do mundo são os esquerdistas, pois eles resistem mais do que quaisquer outros contra o fim do poder pessoal do monarca (ou, segundo a nomenclatura deles, o ditador do proletariado). 


Temos, na Coréia do Norte, a dinastia Kim, já na terceira geração e em Cuba a dinastia dos Castro, com o irmão mais novo, Raul, substituindo Fidel no comando da naçâo. É o velho sistema de poder totalitário, que se transmite de pai para filho, que se recusa de morrer. 


E os reacionários somos nós, que piada!

domingo, 24 de junho de 2012

Normalidade democrática vs a histeria coletiva da bandidagem

A vida na Paraguai, pelo visto, tem algum valor


É impressionante o nível de histeria que se observa cada vez que a lei e a ordem e o verdadeiro progresso imperam na America Latina. As forças do atraso entram em parafuso. Foi assim em Honduras onde as instituições expulsaram o ex-presidente Zelaya quando esse violou uma das clausulas pétreas da constituição    dessa pequena nação.


Lá, a simples manifestação da vontade de instaurar a reeleição é motivo de impeachment automático, que de fato aconteceu e foi sancionado por TODAS as instituições, o congresso e o judiciário. A histeria tomou conta dos países dominados pelo Foro de São Paulo que reagiu com  uma brutalidade e com uma ingerência que beiraram uma declaração de guerra contra aquele paupérrimo país que merece uma medalha pela forma que defendeu sua soberania face a vizinhos autoritários e despóticos como a Venezuela, a Nicarágua e o Brasil e a indiferença do resto do mundo.


Agora é a vez do Paraguai sentir os efeito nefastos de ter adoradores de ditaduras castristas como vizinhos. Como ousam fazer valer suas leis e sua constituição? Como ousam colocar o estado de direito acima dos interesses pontuais de revolucionários assassinos e terroristas? Como ousam querer preservar a ordem pública no campo e a produção que garantem a sua subsistência?


Comunista gosta mesmo é de miséria no campo e fome para a população, basta ler um pouco sobre as políticas de coletivização do campo catastróficas dos comunas que mataram dezenas de milhões na ex-URSS e na China. A fome é e sempre foi um instrumento de dominação dessa escória. Para eles, há abundância demais por aqui e sem povo morrendo de fome não haverá revolução.


É trágico e triste que as redações de nossos jornais permitam uma defesa tão forte dessa canalha. Essa torcida organizada da camarilha vermelha poderá acabar sendo cúmplice da miséria comunista causada pelos regimes que estão pipocando pela America Latina.


Viva Honduras, viva o Paraguai, viva o Chile, que tenhamos a força para, nós também, expulsarmos a turma do ódio, da miséria e da bandidagem dos nossos governos.

terça-feira, 19 de junho de 2012

domingo, 10 de junho de 2012

Procura-se um Fenix



As cinzas da podridão lulista estão por todas as partes, dentro do Congresso Nacional, dentro da UNE comprada e corrupta, até mesmo dentro do Partido dos Trabalhadores que hoje apóia Fernando Collor, o clã Sarney e esmaga seus próprios expoentes como os petistas do Maranhão, o prefeito de Recife e Marta Suplicy.


As cinzas da podridão lulista está no STF, no TCU, na PeTroubás e em vários órgãos e várias instituições, na Polícia Federal, nos sindicatos. O país foi tomado de assalto pela quadrilha e a quadrilha agora não tem mais para onde ir. Lentamente, ela queima na fogueira do mensalão, da megalomania do grande "lider" que não cansa de surrupiar o dinheiro dos contribuintes, inclusive daqueles que cujos rendimentos mais encolhem proporcionalmente devido à carga tributária, os mais pobres e miseráveis destepaíz.


Infelizmente não surge voz alguma , liderança alguma que tenha a coragem de se levantar e declarar em alto em bom tom: chega! Sigam-me os verdadeiros democratas, os legalistas, os que acreditam no caráter indispensável, sagrado mesmo, das regras do jogo democrático, que incluem o respeito para com a oposição, o reconhecimento das instituições.


Ficamos no aguardo.

domingo, 3 de junho de 2012

O PT de Lula: a prova de que o mal não precisa de causa, apenas existe

Mohammad Yunus, banqueiro dos pobres, O Lula que o Lula poderia ter sido


Que o PT é um partido dirigido por bandidos e assassinos não há dúvidas. Que a morte de Celso Daniel foi diretamente ligada ao comportamento criminoso de pessoas ligadas ao financiamento da campanha que elegeu Lula presidente pela primeira vez também não há dúvidas. Além disso, não se pode duvidar que os planos totalitário dos petistas e o ódio que inspiram na política causam danos graves às instituições e à democracia, ou seja, causam danos graves ao Brasil.


A questão da qual gostaria de tratar nesse post é a seguinte: O PT é obviamente composto por pessoas altamente motivadas, organizadas e persistentes. Por que então não construíram coisas boas, que gerassem riquezas e benefícios não somente para eles, mas para todos, coisas como empresas ou organizações de caridade e assistência?


Lula poderia hoje ser um grande empresário de prestação de serviços da área social ou dirigente de uma ONG voltada a ajudar diretamente os mais necessitados. Certamente contaria com a simpatia e o apoio de todos os brasileiros. Ele não seria somente popular em alguns segmentos da população e em determinadas regiões do país, mas genuinamente amado por todos.


Um bom exemplo de quem Lula poder ter sido é o ganhador do Nobel da Paz de 2006 Muhammad Yunus do Bangladesh. Ele fundou o banco Grameen que disponibiliza microcredito aos pobres daquele país incentivando crescimento econômico de base. Yunus, quem este blogueiro teve a honra de conhecer em pessoa, criou uma situação de possibilidades para quem antes não as tinha e com a dignidade de um empréstimo que os pobres fazem questão de reembolsar, nunca se tratou de tratá-los como crianças e pedintes.


Infelizmente o Lula decidiu que o caminho a tomar era o caminho do ódio marxista e da descrença na bondade, honestidade e boa fé do povo brasileiro. Mergulhado nessa lama, tenta nos dar o abraço dos afogados. Lula poderia ter tomado outro caminho, nada o impedia, não havia razão para tomar o caminho do mal, mas o mal não precisa de explicação, o mal não precisa de razão, o mal existe na natureza humana e Lula e seus sequazes são a prova disso.


Se nós, os brasileiros, cometemos pecados, Lula e o PT são a punição.

sexta-feira, 1 de junho de 2012

o começo do fim




Boas notícias caros leitores, observamos o começo do fim do PT e do delírio revolucionário no Brasil. Algumas pessoas poderiam me considerar um pouco precipitado e otimista. Eu considero algumas pessoas cuidadosas demais e pessimistas.


A verdade existe, e ela é única. Ou choveu ontem ou não choveu, não têm discussão, não. A verdade está aí para todos poderem observar. O mensalão  está registrado em milhares de documentos e testemunhos, não tem discussão, não. A CPMI do Cachoeira está aí para melar o mensalão, não tem discussão, não. O PT matou o Celso Daniel para manter esquemas de corrupção que financiam suas campanhas.


Não se trata de otimismo ou pessimismo. Trata-se de observação. O PT e os revolucionários da imprensa ainda não perceberam, mas a modernidade chegou ao Brasil. A liberdade de imprensa que não conseguiram matar está aí para noticiar a verdade verdadeira, a verdade documentada, testemunhada. 


O monstro Lula disse uma vez que a verdade não existe, existem apenas versões.E não precisam acreditar na minha palavra, está tudo na internet! Satanás significa o rei das mentiras. Da para ver de que lado Lula está.


O PT tenta interferir no judiciário, como tentou interferir no TCU e no Congresso Nacional com o mensalão.


Estamos em 2012. A internet está aí. A liberdade foi garantida pela derrocada da União Assassina Soviética. Deus está levando Hugo Chávez embora, pelo bem de nossa querida America Latina.


Este é o começo do fim da vigarice marxista na America Latina. Graças a Deus.