Um blog destinado à luta contra a instauração de uma nova ditadura no Brasil







terça-feira, 31 de maio de 2011

Lula : PRESIDENTE EXTRA-CONSTITUCIONAL DO BRASIL



Lula vai à televisão para reafirmar a importância da aliança do PT com o PMDB. Ele vai ter uma pontinha no programa institucional do PMDB que será exibido em cadeia nacional de rádio e tevê no dia dois de junho. Há muito já se dizia que o Lula na verdade não é do PT, é do PMDB. E realmente, as características do Lula, fisiológico, corrupto, imoral e acima de tudo, oportunista e manipulador combinam muito com um Sarney, um Renan Calheiros e um Collor, apesar desse último não ser do PMDB. Combinam mais do que com um idiota útil como um Suplicy ou um Mercadante, ambos petistas.

O Lula, somando tudo, encarna o casamento perfeito para a política brasileira: o PT com o PMDB da ala de Sarney, a massa de manobra com as infinitas possibilidade criadas pela absoluta falta de ética e escrúpulos num país com uma cultura permissiva e um sistema jurídico igualmente permissivo.

Entretanto, o que mais choca nessa história toda é o fato que UM EX-PRESIDENTE representará o PT, sendo que hoje esse partido tem como autoridade máxima A ATUAL PRESIDENTE da república. E é aí que está o centro da questão: A AUTORIDADE MÁXIMA PELA PRIMEIRA VEZ NO SISTEMA POLÍTICO BRASILEIRO NÃO É A FIGURA DO PRESIDENTE (DILMA ROUSSEFF), MAS A DE UM PRESIDENTE EXTRA-CONSTITUCIONAL (LUIS INÁCIO LULA DA SILVA).

No dia 3 de Junho, Lula visitará Cuba e terá TRATAMENTO E AGENDA DE CHEFE DE ESTADO. Será a mesma situação na Venezuela. Em ambos os países ele será recebido pelos chefes de Estado e visitará projetos de interesse nacional. Vai dizer que é turismo?

Lula chega nesta terça-feira a Cuba para se reunir com Raúl Castro
HAVANA — O ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva chegará nesta terça-feira a Cuba para se reunir com o presidente Raúl Castro, em uma viagem que também o levará à Venezuela, segundo um comunicado oficial.
O jornal Granma informa em uma breve nota que Lula "terá uma reunião de trabalho" com Raúl Castro e "visitará locais de interesse econômico", embora não indique quando será realizada, nem os dias que permanecerá na ilha.
Lula chegará a Cuba procedente das Bahamas e, segundo informações de Brasília, depois de permanecer dois dias em Cuba viajará para a Venezuela, onde se reunirá com o presidente Hugo Chávez na próxima sexta-feira.
Esta será a primeira viagem de Lula a Cuba depois de ter deixado a Presidência há cinco meses.
Lula deve visitar as obras de ampliação e modernização do porto de Mariel, 50 km a oeste de Havana, cujos trabalhos são realizados a partir de um crédito de 300 milhões de dólares concedido pelo Brasil para transformá-lo no maior de Cuba, superando em importância o de Havana.
Lula realiza uma viagem internacional que o levou a Nicarágua, Panamá e Bahamas -onde participou de uma conferência-, e passará ainda por Cuba e pela Venezuela.

Com a palavra: ALDO REBELO E A VERDADE SOBRE O CÓDIGO FLORESTAL


APESAR DE SER COMUNISTA...


O Código Florestal e a quinta coluna

 
Conta a lenda que, ao cercar Madri durante a Guerra Civil Espanhola, o general Emilio Mola Vidal, ao ser questionado sobre qual das quatro colunas que comandava entraria primeiro na cidade sitiada, respondeu: “A quinta coluna”. Mola referia-se aos seus agentes, que, de dentro, sabotavam a resistência republicana. Durante a Segunda Guerra Mundial, a expressão tornou-se sinônimo de ações contra o esforço aliado na luta para derrotar o eixo nazi-fascista. A quinta coluna disseminava boatos, procurava enfraquecer e neutralizar a vontade da resistência e desmoralizar a reação contra o inimigo.


Após a votação do Código Florestal, no último dia 24, um restaurante de Brasília acolheu os principais “cabeças” das ONGs internacionais para um jantar que avançou madrugada adentro. A Câmara acabara de aprovar, por 410 x 63 votos, o relatório do Código Florestal e derrotara de forma avassaladora a tentativa do grupo de pressão externo de impedir a decisão sobre a matéria. O ambiente era de consternação pela derrota, mas ali nascia a tática da quinta coluna moderna para pressionar o Senado e o governo contra a agricultura e os agricultores brasileiros. Os agentes internacionais recorreriam à mídia estrangeira e espalhariam internamente a idéia de que o Código “anistia” desmatadores e permite novos desmatamentos. 

A sucessão dos fatos ilumina o caminho trilhado pelos conspiradores de botequim. No último domingo, o Estado de S. Paulo abriu uma página para reportagem assinada pelas jornalistas Afra Balazina e Andrea Vialli com a seguinte manchete: “Novo Código permite desmatar mata nativa em área equivalente ao Paraná”. Não há, no próprio texto da reportagem, uma informação sequer que confirme o título da matéria. É evidente que o projeto votado na Câmara não autoriza desmatamento algum. O que se discute é se dois milhões de proprietários que ocupam áreas de preservação permanente (margem de rio, encostas, morros) devem ser expulsos de suas terras ou em que proporção podem continuar cultivando como fazem há séculos no Brasil, à semelhança de seus congêneres em todo mundo. 

No jornal O Globo, texto assinado por Cleide Carvalho procura associar o desmatamento no Mato Grosso ao debate sobre o Código Florestal, e as ONGs espalham por seus contatos na mídia a existência de relação entre o assassínio de camponeses na Amazônia e a votação da lei na Câmara dos Deputados. O Guardian de Londres publica artigo de um dos chefetes do Greenpeace com ameaças ao Brasil pela votação do Código Florestal. Tratam-nos como um enclave colonial carente das lições civilizatórias do império. 

As ONGs internacionais consideram toda a área ocupada pela agropecuária no Brasil, passivo ambiental que deve ser convertido em floresta. Acham razoável que milhões de agricultores sejam obrigados a arrancar lavoura e capim e plantar vegetação nativa em seu lugar, em um país que mantém mais de 60% de seu território de áreas verdes. 

A “anistia” atribuída ao relatório não é explicada pelos que a denunciam, nem a explicação é cobrada pela imprensa. Apenas divulgam que estão “anistiados” os que desmataram até 2008. Quem desmatou até 2008? Os que plantaram as primeiras mudas de cana no Nordeste e em São Paulo na época das capitanias hereditárias? Os primeiros cafeicultores do Pará, Rio de Janeiro e São Paulo no século 18? Os colonos convocados pelo governo de Getúlio Vargas para cultivar o Mato Grosso? Os gaúchos e nordestinos levados pelos governos militares para expandir a fronteira agrícola na Amazônia? Os assentados do Incra que receberam suas terras e só tinham acesso ao título de propriedade depois do desmatamento? 

É importante destacar que, pela legislação em vigor, são todos “criminosos” ambientais submetidos ao vexame das multas e autuações do Ministério Público e dos órgãos de fiscalização. Envolvidos na teia de “ilegalidade”, estão quase 100% dos agricultores do país por não terem a Reserva Legal, que a lei não previa, ou mata ciliar, que a legislação de 1965 estabelecia de cinco a 100 metros e, na década de 1980, foi alterada para 30 até 500 metros. 

Reconhecendo o absurdo da situação, o próprio governo, em decreto assinado pelo presidente Lula e pelo ministro Carlos Minc, suspendeu as multas em decorrência da exigência “legal”, cujo prazo expira em 11 de junho e que provavelmente será reeditado pela presidente Dilma. 

O governo e o País estão sob intensa pressão da desinformação e da mentira. A agricultura e os agricultores brasileiros tornaram-se invisíveis no Palácio do Planalto. Não sei se, quando incorporou à delegação da viagem à China os suinocultores brasileiros em busca de mercado no gigante asiático, a presidente tinha consciência de que quase toda a produção de suínos no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná está na ilegalidade por encontrar-se em área de preservação permanente. 

A Câmara dos Deputados, por grande maioria, mostrou estar atenta aos interesses da preservação ambiental e da agricultura, votando uma proposta que foi aceita por um dos lados, mas rejeitada por aqueles que desconhecem ou precisam desconhecer a realidade do campo brasileiro. O Senado tem agora grande responsabilidade e o governo brasileiro precisa decidir se protege a agricultura do País ou se capitulará diante das pressões externas que em nome do meio ambiente sabotam o bem-estar do nosso povo e a economia nacional.

ALDO REBELO, DEPUTADO FEDERAL

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Ladrão que blinda ladrão faz parte da armação

DECLARO PALOCCI BLINDADO!


Muitos deputados, senadores e servidores do executivo estão no processo de blindar Palocci. Ora o que significa "blindar Palocci" exatamente? Significa roubar do povo o direito sagrado de exigir transparência de seus governantes, SÓ ISSO! Numa democracia, e não espero que petralha entenda o verdadeiro significado dessa palavra, aspectos da vida de um homem público que envolvem aspectos da administração pública, como o aspecto financeiro, PODEM E DEVEM SER SUBMETIDOS AO ESCRUTÍNIO DOS ADMINISTRADOS. Não estamos querendo obter detalhes da vida sexual ou afetiva do ministro, que nada tem a ver com o interesse público, mas a origem de seu enriquecimento no momento em que ele detinha informações privilegiadas, ah, ISSO SIM NÓS QUEREMOS E TEMOS O DIREITO DE SABER. E não adianta a CGU vir com a balela da não publicação no diário oficial da participação do Palocci na equipe de transição, pois é de conhecimento notório e inegável sua participação em dita equipe.

Estamos começando a ter o gostinho de como é ser cidadão de um país socialista à lá Fidel ou à lá Chávez ONDE O GOVERNO NÃO DEVE SATISFAÇÃO A NINGUEM.

Só que aqui estamos numa democracia e por isso O POVO NÃO VAI PERDOAR ESSA AFRONTA. Quem viver verá.

A verdade nua e crua : Arthur Virgílio

Arthur Virgílio, perdeu uma batalha, mas haverá de ganhar a guerra


ESTADÃO
07 de maio de 2011 | 0h 00

Arthur Virgílio - O Estado de S.Paulo
O lulopetismo intenta "reescrever" a História recente do País. Começa com a apropriação do Plano Real, sem lhe citar o nome, e da estabilidade econômica dele advinda. Passa pela demonização das reformas estruturais do período Fernando Henrique Cardoso, mesmo sabendo que foi à custa delas e da conjuntura internacional benigna que Lula surfou nas ondas da popularidade. Desemboca na tentativa de convencer a opinião pública de que não houve mensalão nem desvio ético algum do "comissariado".
As trapaças de Erenice Guerra, braço direito de Dilma Rousseff na Casa Civil, caem no esquecimento. A atual presidente certamente sabe que, no seu gabinete anterior, foi elaborado torpe dossiê contra Ruth Cardoso, e não inexplicável "banco de dados".
Cristovam Buarque, por suposta incompetência, foi demitido por telefone da pasta da Educação. José Dirceu, acusado pelo Ministério Público de ser o chefe da "quadrilha do mensalão", jamais deixou de frequentar rodas palacianas ou de ser atendido, pelos diversos escalões da administração, em seu mister de "consultor".
Não tenho Cristovam como incompetente. Mas se o julgamento do Planalto é esse, o que dizer de Fernando Haddad, que desmoralizou o Enem? E dos executores do PAC, a começar por sua "gerente", que gastaram absurdos em propaganda de obras incompletas ou que nem saíram do papel? E do monte de ministros, cujo nome a população ignora?
Beneficiam-se da Lei de Responsabilidade Fiscal, contra a qual votaram e que questionaram no Supremo Tribunal Federal (STF). Criticavam a dívida pública interna deixada por Fernando Henrique, como se não houvesse preço a pagar pela estabilidade: resgate de esqueletos, como o BNH da ditadura; renegociação das dívidas de Estados e municípios; saneamento dos bancos estatais estaduais, que, na prática, até moeda emitiam em favor do clientelismo e da corrupção; duas capitalizações num Banco do Brasil quebrado e uma na Caixa Econômica Federal, que foi profissionalizada e despolitizada.
Hoje a dívida pública é mais que o dobro da que herdaram: R$ 1,7 trilhão, sem desencavar nenhum esqueleto. Eleitoralismo, "esquerdismo" pelego, falta de espírito público.
Mistificam, confundem, mentem. Comparam o medíocre crescimento que obtiveram nos anos da bonança internacional com os números da luta contra a inflação e do enfrentamento de uma dezena de crises externas sistêmicas que danificaram a economia brasileira, recém-saída da hiperinflação. Esquecem-se de cotejar a evolução do PIB brasileiro, entre 2003 e 2010, com a de países vizinhos nossos, com os Brics, com o mundo desenvolvido. Olvidam que o "brilhante" 2010 (crescimento de 7,5%) nasceu da artificialização do crédito, do incremento assustador dos gastos públicos, coroando a crise fiscal, que se foi tornando mais aguda a cada ano do segundo mandato de Lula. Não tomam a América do Sul e a América Latina como parâmetros, opondo a evolução de seus respectivos PIBs aos períodos 1995-2002 e 2003-2010: aí o Brasil praticamente não alterou sua participação porcentual.
Lula melou as mãos de petróleo, alardeando autossuficiência que jamais houve. Mágico de circo, "trouxe" o pré-sal para o presente, dando a impressão de que os benefícios seriam para o hoje, quando mil dúvidas, a começar pelo marco regulatório, rondam o êxito das operações.
Apropriou-se da rede de proteção social, que visava à emancipação dos beneficiários, criando o Bolsa-Família. Jamais reconheceu méritos: procurava constranger Fernando Henrique ("ex-presidente não deve falar"), ao mesmo tempo que se beneficiava de palavras e votos congressuais de Collor e Sarney.
Gramsciano que não leu Gramsci, planejou minimizar a democracia, pelo aparelhamento da máquina pública e pela desmoralização das instituições. Um parasita de cargo comissionado de cota partidária se satisfaz com seus "proventos" e fica à disposição da "chefia" para gritar palavras de ordem nas ruas do Brasil. O cérebro do lulopetismo pretende mais. Seu espelho é o que foi o PRI mexicano. Sonha com amordaçar a imprensa e reinar sem oposição.
A desenvoltura palaciana de Dirceu, a fraternidade com Delúbio e a imposição de João Paulo Cunha para presidir a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados não são obra do acaso. A ideia é apresentar fato consumado ao STF, intimidar a Corte, desmontar o processo do mensalão.
Fascistas enquistados no Ministério da Educação foram denunciados por imporem livros didáticos que criticam Fernando Henrique e endeusam Lula. Lavagem cerebral. Tentativa criminosa de "miliciar" a juventude, pondo-a a serviço de projeto de poder que jamais quis ser projeto estratégico de Nação. Fizeram isso na Argentina e deu em ópera cinematográfica; no getulismo do Estado Novo, em deposição do ditador; na Itália e na Alemanha, guerra e fim funesto para os ditadores.
Desde o início foi assim. Os discursos atrasados de Lula e do PT levaram os mercados à desconfiança em 2002 e os números da economia se deterioraram. Felizmente, souberam seguir as políticas macroeconômicas com que se depararam. Foi quando nasceu a "herança maldita", mil vezes repetida até a culpa sair dos vencedores e cair nas costas de quem deixava o poder.
Agora, às voltas com renitente inflação gerada pela farra fiscal que fez Lula popular e elegeu Dilma, vivem momento difícil e não têm bode expiatório para execrar. Tergiversam. Candidatam-se a delirante Nobel de Economia falando em conter a inflação sem reduzir o ritmo de crescimento. A que ponto não chegarão quando a dura realidade lhes bater à porta?!
Temo turbulências. Que a democracia saia vencedora de qualquer desafio que se anteponha à sua consolidação plena.
DIPLOMATA, FOI MINISTRO-CHEFE DA SECRETARIA-GERAL DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA, LÍDER DO GOVERNO FERNANDO HENRIQUE CARDOSO E DO PSDB NO SENADO

domingo, 29 de maio de 2011

25 maio 2011 : A democracia dá um sinal vital

VIVA A DEMOCRACIA!

A derrota do governo em relação à votação do código florestal foi uma grande derrota para o Foro de São Paulo e uma grande vitória para a democracia no Brasil e no continente. A proposta do Foro que se reuniu pela primeira vez em 1991 é a utilização da democracia para a tomada do poder e uma vez no poder, a imposição da revolução totalitária de cima para baixo. Com o resultado das eleições de 2010, onde a base governista conseguiu uma grande maioria, inclusive para alterar a constituição, os apoiadores da ditadura comunista ficaram com uma impressão de missão comprida, que agora teríamos um congresso nacional no estilo venezuelano. Um congresso que imporia, por lei, a ditadura do PT. A vitória esmagadora do governo na questão do salário mínimo parecia até confirmar essa hipótese.

Felizmente para nós, que acreditamos na democracia, o sonho dos totalitários desmoronou completamente durante a votação do código florestal e a democracia brasileira deu um chega pra lá violento nos tarados. A câmara dos deputados mandou um recado inequívoco para os foristas do planalto: NÓS SOMOS UM PODER INDEPENDENTE DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL.

Dilmula pode até mandar lá, nos capivaras do PT, MAS AQUI TEM DEMOCRACIA!

FOI UM DIA GLORIOSO PARA DEMOCRACIA NO MUNDO!

A vez de Aécio Neves

JUNTOS CHEGAREMOS LÁ NOVAMENTE!
Tem-se dito e escrito muito sobe o futuro da oposição, sobretudo do PSDB. A petralhada torce como sempre para o fim da oposição para que eles possam finalmente instaurar o regime do partido único, tara de comuna. E eles adoram repetir ad exaustum que a oposição está sem rumo, sem discurso. E eles dizem isso porque se tornaram mestres em distorcer qualquer discurso que seus adversários políticos venham a proferir, de maneira negativa e mentirosa, embrutecendo e efetivamente asfixiando o debate político no Brasil. A oposição acaba preferindo não lhes dar munição.

Mas a verdade é que o futuro da oposição é o futuro da oposição, ou seja, enquanto tivermos democracia neste país, a oposição vai continuar a existir e vai continuar sendo o machado do povo que paira sobre qualquer administração que insista em ignorar os anseios dos eleitores.

E apesar de ter muitos caciques, o PSDB continua sendo hoje o partido com as melhores chances de apear o partido dos trambiqueiros do poder. Meu sentimento é que, apesar do Serra ser um excelente quadro, a fila andou e agora é a vez de Aécio Neves.

sábado, 28 de maio de 2011

O tudo ou nada


O Lula precisou do PMDB para governar. Precisou do PMDB para eleger a poste. O Lula quis e quer ser o Fidel Castro do Brasil. Quem entende a ideologia dele não duvida disso. É um fato. Nem o próprio Lula diria o contrário. Inclusive, esta semana, ele vai visitar a Venezuela e Cuba, certamente para buscar inspiração com seus respectivos presidentes permanentes. 


Só que Fidel Castro não precisa do PMDB para ditar a lei na sua ilha da fantasia socialista. Fidel Castro só precisa de seu exercito e seus fuzis para "dar sustentação política" a seu governo.


Quando o cachaça foi derrotado no episódio da CPMF ele pirou de vez. Foi um tapa na barba. Aí ele empenhou fraudulosamente o peso da presidência para derrotar os deputados e senadores "inimigos da revolução", para que Dilma não "tivesse que passar pelo que eu passei". Para um presidente com espirito de ditador, derrota no congresso é realmente um calvário. É um chute no barbudinho de baixo.


Muitos jornalistas deslumbrados e cumpanheiros começaram a dizer que a poste seria diferente, mais comedida, mais, quem sabe, democrática. Só que quando a poste levou um choque da base aliada mas nem tão adestrada, aí ela queimou a lâmpada de vez. Ameaçou exonerar todos os ministros do PMDB pela afronta. Aí o PMDB ameaçou convocar Palocci, o terror dos caseiros, para depor no senado sobre seu misterioso prémio da Mega Sena sem bilhete premiado.


E agora poste? Paredón? Ah, não pode, aqui não é Cuba. Puxa vida, a realidade é chata, não é presidanta? E o cachaça então? Esse aí está correndo pra cima e pra baixo tentando arrumar uma "Dilma para a Dilma". O que ele quis dizer na verdade é que falta mesmo um Lula para a Dilma. Vamos com calma mico-mandante, ainda faltam três anos e meio de desgoverno. Enquanto isso, vamos colocando na sua conta, afinal você não disse que o fracasso da Dilma seria o seu fracasso? Nós concordamos!

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Com a palavra : Senador Aloysio Nunes sobre Palocci


Aloysio Nunes:Corrupção se repete no PT from Liderança do PSDB - Vídeos on Vimeo.

Vão ser três anos e meio muito longos


O Brasil desgovernado, a Dilma inútil, o barba trabalhando por fora. Este é  preço a pagar pela população brasileira pela omissão de tirar os parasitas do poder. Vinte milhões de eleitores poderiam ter feito a diferença e hoje não teríamos esse desgoverno. Mas eles preferiram fazer como Pôncio Pilatos, lavar as mãos. E hoje eles pagam também. Eles têm de viver nesse país desgovernado pelo PT, corrupto, imoral, ditatorial, por mais quatro anos.E nós também, que trabalhamos para eleger a única opção possível, o Serra, pelo PSDB, um partido de verdade. Todos nos pagamos o pato pela imbecilidade, o maior flagelo do Brasil.

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Operação Inversão : o criminoso se torna vítima



Ah, que felicidade ter estudado a mentalidade esquerdista! Fica tudo tão claro. Talvez antes eu teria ficado preocupado e triste com a notícia que os Tucanos "teriam vazado" informações sigilosas do cidadão Palocci. MAS É CASCATA, BRAVATA DO MULÃO! Na mídia só se fala em "SUPOSTO VAZAMENTO" e petistas que "NÃO TÊM DÚVIDA" e que "TEMOS INFORMAÇÕES" que foram vazados dados pelos "aliados do Serra". ELES NÃO FORNECERAM NEM UM INDÍCIO DE PROVA para corroborar essas calúnias vigaristas! Está na cara que é só BLÁ BLÁ BLÁ para acobertar o ENRIQUECIMENTO  SIGILOSO,
ENRIQUECIMENTO  SIGILOSO COM INDÍCIOS FORTÍSSIMOS DO PALOCCI!

SERRA E KASSAB NÃO TÊM NADA A VER COM A CRIMINALIDADE DO PT!

CABE AO PALOCCI EXPLICAR O CRESCIMENTO VERTIGINOSO DE SUA FORTUNA, ISSO SIM!

Ninguém duvida que o palácio do planalto tem o poder de esmagar as instituições democráticas e do estado de direito, MAS ISSO É UM CRIME CONTRA A NAÇÃO BRASILEIRA QUE PASSA A VIVER NO CAOS PARA SATISFAZER AS TARAS DE PODER PETISTAS!

QUE TRAGÉDIA FOI A CHEGADA DESSE PESSOAL AO PODER! MAS NÃO NOS DEIXAREMOS ENGANAR!

FORA LULA! FORA DILMA! FOR PALOCCI! FORA MENSALEIROS! FORA ALOPRADOS!

terça-feira, 24 de maio de 2011

Base aliada, base rebelde

Base aliada, graças a Deus!


Eu sugiro que todos aqueles que acreditam que a base aliada seja a voz unificada do governo no Congresso Nacional, um rolo compressor pessoal da Dilmula, recomendo que acessem o site da câmara dos deputados e testemunhem o clima de indignação com o enriquecimento em tempo recorde do ministro da casa civil e quebrador de sigilo bancário de caseiro, Antonio Palocci. É também surpreendente a independência do nosso parlamento em relação ao código florestal. Quem achou que estaríamos numa situação venezuelana de domínio total do executivo quebrou a cara. Graças a Deus. 

segunda-feira, 23 de maio de 2011

O atoleiro da corrupção. Ou : Tudo conforme o planejado


Jesus e a Virgem Maria com metralhadoras. O amor substituído pela violência: espírito marxista, espírito petista, espírito satânico

O mensalão, Erenice Guerra, Palocci e tantos outros. O que mais estes malditos governos do PT aprontaram para cima de nós? Controle social da mídia, nomeações de incompetentes para postos-chave, inclusive no poder judiciário. Ataques contra valores tradicionais, como valores religiosos e de família via ações pro-aborto e pro-gay.

Associação do Brasil com os regimes mais ditatoriais do mundo como o Sudanês, Iraniano, Cubano, Venezuelano e tentativa de golpe por Manuel Zelaya em Honduras. O que mais? Desmoralização da legalidade com a corrupção assumida e fraudes eleitorais como caixas-dois escancarados e propaganda e uso da maquina governamental para a eleição da poste. Assassinato de testemunhas como Celso Daniel e ameaças de morte como contra Danevita Magalhães.

Formação de máfia e carteis com o grande capital nacional e internacional. Utilização de manipulação populista para o controle das massas. Atribuição para si de todas as conquistas do povo brasileiro ao longo dos anos. Achincalhamento e demonização das oposições. Revisionismo histórico. Estagnação na educação, apologia à ignorância e doutrinação ideológica nas escolas e nas universidades. Destruição daquilo que é percebido por sua substituição pela "versão." Envolvimento e apoio com os narco-guerilheiros e terroristas das FARC. Apologia ao assassinato de inocentes via o caso Battisti. Agenda de dominação do continente pelo foro de São Paulo.

Para quem acha que tudo isso é mera coincidência, peço para pesquisar sobre o marxismo, marxismo cultural e Gramsci. Está tudo na internet. Você logo perceberá que tudo isso que está acontecendo obedece a uma lógica perversa do poder pelo poder, da destruição da religião, do direito e da moralidade como instrumento de enfraquecimento da sociedade civil com o objetivo da submissão dessa sociedade pelos mestres políticos.

E não se esqueçam: quanto mais impossível tudo isso parecer, mais eles conseguem levar tudo adiante debaixo da cortina da incredulidade. Sua incredulidade. 

domingo, 22 de maio de 2011

A velha oligarquia brasileira

Os coroneis Sarney e Wagner e a coronela Dilma

DANEVITA MAGALHÃES : UMA HEROÍNA DO POVO BRASILEIRO

"TODO PETRALHA É PETISTA, MAS NEM TODO PETISTA É PETRALHA" (Reinaldo Azevedo)





Agradeço, Sra. Magalhães, em nome de todos os brasileiros que confiam de boa fé, QUE O GOVERNO NÃO USARÁ DINHEIRO PÚBLICO PARA FINS PRIVADOS. Vossa Excelência agiu de forma correta, ética e honrada e a partir desse momento deixastes de ser petista. Deixastes de fazer parte da quadrilha e fostes perseguida, sacrificada. Vossa Excelência fostes o espelho no qual os monstros foram obrigados a olhar e ver sua própria feiura infernal. Que Vossa Excelência saiba que estarás para sempre nos corações e nas mentes de milhões de brasileiros agradecidos eternamente.



Por Reinaldo Azevedo - Veja Online
Danevita Magalhães: a então petista foi demitida por não compactuar com a roubaheira; sem emprego, vive sob ameaça
Não deixe de ler reportagem de Hugo Marques na VEJA desta semana. Ele conta a história de Danevita Ferreira de Magalhães, uma das principais testemunhas contra os larápios do mensalão. Segue um trecho:

(…)

Ex-petista, Danevita Ferreira de Magalhães era gerente do Núcleo de Mídia do Banco do Brasil quando, ainda em 2004, foi instada a participar de uma fraude para justificar a remessa de nada menos que 60 milhões de reais às arcas do empresário Marcos Valério Fernandes de Souza, o caixa-forte do mensalão. Ela não se curvou à ordem. Por isso, foi demitida e viu sua vida virar de cabeça para baixo. Ameaçada de morte e vivendo de favor na casa de amigos, Danevita é agora uma testemunha-chave do Ministério Público Federal para provar que o mensalão foi abastecido, sim, com dinheiro publico. Entre 1997 e 2004, Dane, como é carinhosamente chamada pelos poucos amigos que lhe restaram, coordenou o núcleo do Banco do Brasil que administrava os pagamentos às agências de publicidade contratadas para fazer a propaganda da instituição e de seus produtos. Por esse núcleo, formado por representantes das agências, passava todo o papelório necessário para liberar os mais de 180 milhões de reais gastos a cada ano nas campanhas publicitárias do banco.

A tranquilidade dos perdidos




O tempo passa e duas coisas acontecem no Brasil em relação à política. Uma é que as pessoas, apesar de quererem acreditar no nosso governo, perceberam que o PT não veio introduzir uma forma ética e honesta de se fazer política. O PT não representa um partido novo, com moral superior. Isso, acredito eu, as pessoas pensantes já perceberam. Outra coisa que acontece é certo cansaço em relação ao PT e seus escândalos. Esse cansaço ou desgaste é até natural tendo em vista o tempo que esse partido está no poder.

O PT é um partido que apostou todas suas fichas na sua manutenção perpetua no poder. Está no seu DNA: partido único, comunista, autoritário. O PT detém o governo federal, e não muito além disso. Está rodeado de estados controlados pela oposição ou por aliados de ocasião. A oposição é achincalhada, os aliados mantidos em coleiras. Está chegando o momento em que pessoas suficientemente poderosas, numerosas e influentes se cansarão dos maus tratos que recebem dos ditadores petistas e vão querer ver a canalha fora do poder. É só uma questão de tempo.

sexta-feira, 20 de maio de 2011

LULLA PENHOROU O FUTURO DO POVÃO


Meu Deus! Quando é que as pessoas vão se dar conta da VERDADEIRA CATÁSTROFE que foi a chegada do Lula e do PT ao poder? Este partido de energúmenos está levando o Brasil rumo à falência, não somente moral, mas financeira mesmo! Além da pressão inflacionária, resultado do aumento natural da demanda do povão casado com a escassez de bens e produtos fruto da desindustrialização e engessamento estatal da economia, temos aí UM MONSTRUOSO AUMENTO DA DÍVIDA PÚBLICA.

Quem vai pagar essa dívida, leitores? O POVÃO, ORA ESSA! É imposto no leite do povão, no arroz, feijão e carne do povão, no combustível da carroça do povão, no minuto de telefone do povão, na conta de luz do povão, nas roupas do povão, no transporte do povão e na renda do povão que ganha um pouquinho mais que o povão mais povão. E podem acreditar, VAI SOBRAR PRO FILHO E NETO DO POVÃO!

VALEU MULA, PELA HERANÇA MALDITA QUE VAI TER QUE SER PAGA POR GERAÇÕES DO POVÃO!

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Cannes contra Veneza

O CINESTA E...
O DITADOR

















O festival de cinema de Cannes na França baniu o cineasta dinamarquês Lars Von Trier por ter feito apologia a um ditador que após ter chegado ao poder em seu país, usou esse mesmo poder para destruir a democracia que lá havia e se perpetuar no poder, dizimando, demonizando e aprisionando a oposição a seu governo.  Esse ditador se chamava Adolf Hitler e se dizia NACIONALISTA E SOCIALISTA. Muito bem, tem de banir mesmo.

Dois anos atrás, o festival de filmes de Veneza  recebeu e homenageou um ditador que após ter chegado ao poder em seu país, usou esse mesmo poder para destruir a democracia que lá havia e se perpetuar no poder, dizimando, demonizando e aprisionando a oposição a seu governo. Esse ditador se chama Hugo Frías Chávez e se diz NACIONALISTA E SOCIALISTA.

CADA CINEASTA MALUCO COM SEU DITADOR....

O CINESTA E O DITADOR


quarta-feira, 18 de maio de 2011

O CAPITAL DOS SOCIALISTAS

Carro do socialista à esquerda e a direita o do seu eleitor manipulado

Há um rebuliço no país porque ficou-se sabendo que o quebrador de sigilos bancários e chefe da Casa Civil Antonio Palocci multiplicou seu patrimônio por vinte em quatro anos.

Palocci está milionário! E o mulão? Esse aí está cobrando R$ 200,000 por palestra, também está milionário! Mais quatro ministros da poste estão recebendo uma grana por fora para fazer "consultoria", que na novilingua petralha do MEC de Haddad significa "tráfico de influência".

ESQUEÇAM O CAPITALISMO, esse negócio de montar empresa dá muito trabalho; PARA FICAR MILIONÁRIO NA MOLEZA É MELHOR SER SOCIALISTA MESMO! Só que esse pessoal fica rico COM O DINHEIRO DO POVÃO, que é a origem dos recursos de todos os negócios escusos combinado entre empresários e o governo.

Nunca a palavra PETRALHA (mistura de petista com "irmão metralha") fez tanto sentido! 

terça-feira, 17 de maio de 2011

Haddad, o comunista e a subversão da educação

FERNANDO HADDAD, MINISTRO DA EDUCAÇÃO DO BRASIL


O ministro da educação, Fernando Haddad, é um comunista. Ele foi escalado para o MEC pelo ex-presidente Lula em 2005 para substituir outro comunista, Tarso Genro, que teve que sair para presidir o PT.


O ministro não é um desses petistas que vieram do sindicalismo e que ouviram falar de marxismo. Não, Haddad é um desses que sofreram profunda doutrinação marxista no sistema de educação brasileiro, há tempos dominado por essa corrente maligna e nefasta do pensamento humano. Seu currículo inclui as seguintes obras: O caráter sócio-econômico do sistema soviético,  a tese De Marx a Habermas - O Materialismo Histórico e seu paradigma adequado, O Sistema Soviético, Em defesa do socialismo, Desorganizando o consenso, Sindicatos, cooperativas e socialismo, entre outros.


Em "Desorganizando o Consenso" Haddad escreve "desorganizar o consenso em torno das ideias hoje hegemônicas é tarefa das mais árduas” (1988. pg. 12).


Para aqueles que conhecem a evolução da história do comunismo/socialismo e do pensamento revolucionário, a influência de Gramsci; não são surpresa nem incompreensíveis as ações deletérias de Haddad, tais como "o kit gay" e os livros didáticos que caluniam FHC e engrandecem o Lula além do livro de português "Por uma vida melhor" que oferece o erro de concordância como opção legítima de correção linguística e adverte o aluno contra o "preconceito linguístico" da norma culta. Trata-se de Haddad "desorganizando o consenso" com o objetivo de romper a "hegemonia cultural conservadora"(!?) vigente.


Resumindo: TEMOS UM MALUCO MARXISTA EXTREMISTA NO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E ELE É O MINISTRO! E ainda: Ele está aplicando o método insano de Gramsci PARA DESTRUIR TUDO O QUE LEVAMOS SÉCULOS PARA CONSTRUIR, INCLUSIVE NOSSA UNIDADE LINGUÍSTICA. Tudo isso com objetivo imbecil de abrir caminho para a construção dessa falência moral e material que se chama SOCIALISMO.

segunda-feira, 16 de maio de 2011

PLC 122 : O começo da ditadura comunista no Brasil?




Caros leitores, notem bem a data desta postagem, pois em alguns dias eu poderei ser proibido de escrever o que escreverei agora. Eu sou contra a aprovação do projeto de lei PLC 122 que "criminaliza a homofobia". Se essa lei passar, eu corro o risco de IR EM CANA por ter escrito que sou contra a lei supramencionada. Por quê? Porque eu poderei ser acusado de homofobia ora essa! Qual é o juiz militante que teria a dificuldade de afirmar que quem é contra a lei que criminaliza a homofobia só pode ser homofóbico? Se até os ministros do STF desfiguraram a constituição pela "causa"? Quem vai querer correr esse risco?

VAI CONTRA OS DIREITOS HUMANOS PROIBIR ÀS PESSOAS DE SE EXPRESSAREM SOBRE QUALQUER QUE SEJA O ASSUNTO, INCLUSIVE O HOMOSSEXUALISMO.

Anotem aí : É O COMEÇO DO FIM DOS DIREITOS HUMANOS NO BRASIL.

Na semana passada os evangélicos e católicos no senado conseguiram adiar a votação da PLC 122 que  transita no congresso nacional há cinco anos. Amanhã, dia 17 de maio,  que marca o Dia Mundial de Combate à Homofobia , Marta Suplicy, relatora atual do projeto, tentará novamente aprová-lo. Os movimentos gay vão fazer passeata para defender a aprovação da lei. Para vencer a resistência da bancada religiosa, a senadora apresentou mudanças no sentido de garantir a liberdade de expressão somente DENTRO DOS TEMPLOS. Já viu né? Se você quiser ter liberdade de se expressar sobre o homossexualismo terá que se refugiar dentro de uma igreja ou mesquita...

Para quem tiver me Brasília, VÁ MANIFESTAR PELA MANUTENÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS E O DIREITO À LIBERDADE DE EXPRESSÃO!

ATENÇÃO! Não se trata somente de uma causa religiosa. Então, cristão ou não, religioso ou não, DEFENDA SEU DIREITO DE EXPRESSÃO.

SEU SILÊNCIO SERÁ ENTENDIDO COMO SUA APROVAÇÃO.

domingo, 15 de maio de 2011

Código florestal : vitória ou derrota do governo?



DERROTADOS PELO GOVERNO EM 2011




DERROTADOS PELO GOVERNO EM 2011


O golpe de mentiras e calúnias que impediu que o relatório de Aldo Rebelo do código florestal fosse para votação no plenário sinalizou, no final de contas, uma vitória ou uma derrota para o governo?

Do ponto de vista da popularidade da administração DILMULA, foi uma derrota. A aprovação desse código teria permitido que o petismo marcasse pontos com milhões de pequenos agricultores que poderiam respirar e sair da ilegalidade. Isso teria trazido dividendos políticos para a poste, com certeza.

Oficialmente, foi uma vitória do governo, que conseguiu, de maneira escancaradamente antidemocrática, impedir a aprovação de uma lei com a qual discordava. Mas aí que está a questão-chave: O GOVERNO ESTÁ CONTRA POR QUÊ? E é aí que reside a verdadeira derrota do governo: O GOVERNO FOI SEQUESTRADO POR INTERESSES ANTIPOPULARES. Talvez, são esses os momentos em que percebemos a diferença entre a Dilma e o Lula. O lulopetismo é essencialmente um regime populista. Isso significa que os atos do governo e suas repercussões TÊM DE SER PERCEBIDAS PELA SOCIEDADE DE MANEIRA POSITIVA SEMPRE. Acontece que nem a mídia chapa branca vai poder apagar o impacto negativo que terá o comportamento do governo nesse episódio, pois AFETARÁ NEGATIVAMENTE E DIRETAMENT MILHÕES DE PEQUENOS AGRICULTORES. No final das contas, o governo terá agradado à alguns gatos pingados (ambientalistas extremistas e ongistas), mas terá ultrajado milhões de eleitores. Isso é salto alto. Vão pagar nas urnas. Deveriam ter escutado a sua base aliada.

Do ponto de vista DO CONTROLE ABSOLUTO QUE O GOVERNO QUIS TER SOBRE O LEGISLATIVO, tratou-se de uma derrota. Esperava-se que, com tamanha maioria no parlamento brasileiro, o governo FARIA O QUE QUISESSE. Entretanto, depararam-se com uma "base aliada" COMPLETAMENTE REBELDE E INDEPENDENTE. Tiveram que retirar o projeto para evitar a derrota no plenário, sua única opção para evitar uma derrota que NEM DEVERIA SER COGITADA. No mesmo espírito desse raciocínio, tiveram que recorrer a UM GOLPE na constituição VIA STF para promover uma mudança constitucional sobre a união estável QUE NÃO CONSEGUIRIAM PASSAR NO CONGRESSO, apesar de teoricamente, mais uma vez, terem maioria para isso.

Vai ser interessante ver o impacto disso tudo em 2012. BASTA A OPOSIÇÃO BATER NESSAS TECLAS, CANALISAR A INSASTISFAÇÃO POPULAR E TRANSFORMÁ-LA EM VOTOS!  Com a oposição que temos, é aí que mora o perigo...  .


DERROTADO PELO POVO EM 2012 E 2014?

País faz-de-conta



O STF reconhece a união entre homossexuais. Os homossexuais reconhecem a união entre homossexuais. Seus simpatizantes também. E você, caro leitor, reconhece? E o seu vizinho? Se vocês representam a grande maioria da sociedade brasileira, a resposta é NÃO. Mas os políticos subversivos fazem de conta que sim. Os homossexuais fazem de conta que sim, e agora a STF também faz de conta que sim. Lá no mundinho deles, em Brasília, a opinião pública é solenemente ignorada, mesmo se ela está expressa na constituição de maneira inequívoca.

 Mas o STF decidiu dar um curto circuito na nossa democracia e a emendou por conta própria, ignorando por completo o artigo que determina que só o congresso pode alterar a constituição. E o congresso altera a constituição quando a sociedade altera seu próprio entendimento e sensibilidade sobre a matéria em questão. Senão é golpe.

Não sei se os ministros do STF se deram conta ainda da distância, do fosso, que colocaram entre a instituição oficial da união civil de um lado e a sensibilidade, os desejos e anseios da vasta maioria dos sujeitos de direito do outro. Não sei se eles se deram conta do perigo que isso representa para a credibilidade, já bastante abalada pela ineficiência, da justiça brasileira.

O que vai acontecer, e já está acontecendo, é o choque entre o Brasil oficial, o Brasil faz-de-conta, e o Brasil profundo, o Brasil real.

É uma pena.


CNBB diz em nota que não reconhece decisão do STF sobre união homoafetiva

Mesmo entendendo que os homossexuais não devem sofrer discriminação, bispos não reconhecem união entre pessoas do mesmo sexo como equivale à família

11 de maio de 2011 | 14h 58
Estadão.com.br
APARECIDA (SP) - A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) aprovou pela manhã, durante sua 49ª Assembleia Geral, reunida em Aparecida, uma nota na qual estranha que o Supremo Tribunal Federal (STF) tenha se pronunciado sobre a união homoafetiva, de parceiros homossexuais, porque, em sua avaliação, o exame da matéria caberia ao Legislativo e ao Executivo.

Os bispos brasileiros reafirmam que, conforme a doutrina da Igreja Católica, o casamento entre homem e mulher devem ser a base da família, instituição que precisa ser reconhecida e valorizada. A nota da CNBB afirma que as pessoas que manifestam preferência pelo mesmo sexo não podem ser discriminadas, mas insiste que a união entre homossexuais não equivale à família.
Decisão do STF
De acordo com o STF, os casais homossexuais têm os mesmos direitos e deveres que a legislação brasileira estabelece para os casais heterossexuais. A decisão, que foi aprovada unanimemente na última quinta-feira, 5, abre caminho para que o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo seja permitido e as uniões homoafetivas passem a ser tratadas como um novo tipo de família.

O julgamento do STF torna praticamente automáticos os direitos que hoje são obtidos com dificuldades na Justiça e põe fim à discriminação legal dos homossexuais. Considerada histórica, a decisão do STF é contestada tanto pela Igreja Católica quanto por juristas.
Leia nota da CNBB na íntegra:Nós, Bispos do Brasil em Assembleia Geral, nos dias 4 a 13 de maio, reunidos na casa da nossa Mãe, Nossa Senhora Aparecida, dirigimo-nos a todos os fiéis e pessoas de boa vontade para reafirmar o princípio da instituição familiar e esclarecer a respeito da união estável entre pessoas do mesmo sexo. Saudamos todas as famílias do nosso País e as encorajamos a viver fiel e alegremente a sua missão. Tão grande é a importância da família, que toda a sociedade tem nela a sua base vital. Por isso é possível fazer do mundo uma grande família.

A diferença sexual é originária e não mero produto de uma opção cultural. O matrimônio natural entre o homem e a mulher bem como a família monogâmica constituem um princípio fundamental do Direito Natural. As Sagradas Escrituras, por sua vez, revelam que Deus criou o homem e a mulher à sua imagem e semelhança e os destinou a ser uma só carne (cf. Gn 1,27; 2,24). Assim, a família é o âmbito adequado para a plena realização humana, o desenvolvimento das diversas gerações e constitui o maior bem das pessoas.
As pessoas que sentem atração sexual exclusiva ou predominante pelo mesmo sexo são merecedoras de respeito e consideração. Repudiamos todo tipo de discriminação e violência que fere sua dignidade de pessoa humana (cf. Catecismo da Igreja Católica, nn. 2357-2358).
As uniões estáveis entre pessoas do mesmo sexo recebem agora em nosso País reconhecimento do Estado. Tais uniões não podem ser equiparadas à família, que se fundamenta no consentimento matrimonial, na complementaridade e na reciprocidade entre um homem e uma mulher, abertos à procriação e educação dos filhos. Equiparar as uniões entre pessoas do mesmo sexo à família descaracteriza a sua identidade e ameaça a estabilidade da mesma. É um fato real que a família é um recurso humano e social incomparável, além de ser também uma grande benfeitora da humanidade. Ela favorece a integração de todas as gerações, dá amparo aos doentes e idosos, socorre os desempregados e pessoas portadoras de deficiência. Portanto têm o direito de ser valorizada e protegida pelo Estado.
É atribuição do Congresso Nacional propor e votar leis, cabendo ao governo garanti-las. Preocupa-nos ver os poderes constituídos ultrapassarem os limites de sua competência, como aconteceu com a recente decisão do Supremo Tribunal Federal. Não é a primeira vez que no Brasil acontecem conflitos dessa natureza que comprometem a ética na política.
A instituição familiar corresponde ao desígnio de Deus e é tão fundamental para a pessoa que o Senhor elevou o Matrimônio à dignidade de Sacramento. Assim, motivados pelo Documento de Aparecida, propomo-nos a renovar o nosso empenho por uma Pastoral Familiar intensa e vigorosa.
Jesus Cristo Ressuscitado, fonte de Vida e Senhor da história, que nasceu, cresceu e viveu na Sagrada Família de Nazaré, pela intercessão da Virgem Maria e de São José, seu esposo, ilumine o povo brasileiro e seus governantes no compromisso pela promoção e defesa da família.
Aparecida (SP), 11 de maio de 2011
Dom Geraldo Lyrio Rocha
Presidente da CNBB
Arcebispo de Mariana - MG
Dom Luiz Soares Vieira
Vice Presidente da CNBB
Arcebispo de Manaus - AM
Dom Dimas Lara Barbosa
Secretário Geral da CNBB
Arcebispo nomeado para Campo Grande - MS

Resistência democrática


Com mais de oito anos de governo petista a democracia no Brasil resiste. Os oito anos do governo FHC foram um milagre que veio antes do apocalipse e que mostraram que o caminho do futuro e a prosperidade estão na manutenção da democracia e na economia de mercado. É por isso que a petralhada odeia tanto o homem.

Apesar da maioria esmagadora da "base aliada", o congresso nacional insiste em ser um dos poderes da república, independente do executivo. Vimos isso no episódio do código florestal e no enterro da PL 122. Cada dia que passa a revolução sanguinária e comunista, sonho de consumo de Lula e Cia, parece mais longe e a oposição promete não ser aprisionada ou fuzilada no "paredon". Enquanto conseguirmos continuar livres e vivos, sempre haverá esperança. A resistência continua.

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Reconhecendo o atropelo da constituição pelo STF: Gravíssimo


Recomendo:MANIFESTO PASTOR DANIEL SAMPAIO HOMOSSEXUALISMO DECISÃO STF HOMOAFETIVIDADE

Não sei se os ministros do STF se deram conta ainda da distância, do fosso, que colocaram entre a instituição oficial da união civil de um lado e a sensibilidade, os desejos e anseios da vasta maioria dos sujeitos de direito do outro. Não sei se eles se deram conta do perigo que isso representa para a credibilidade, já bastante abalada pela ineficiência, da justiça brasileira.

Crime de lesa-pátria, o Brasil de joelhos diante do Paraguai


NOSSO PRESIDETNE LUGO E A PROCÔNSUL DILMA

lesa-pátria
s. f.
1. Atentado contra a pátria.
2. Traição à pátria.

Corresponde ou não a definição supramencionada à rendição incondicional do nosso governo aos interesses econômicos do Paraguai? Estou consciente que na novilíngua esquerdopata, lesa-pátria significa "privatização", então cuidado! cada vez que você usar seu celular estará traindo o Brasil! É melhor sair correndo comprar fichas de orelhão...

CRIME DE LESA-PÁTRIA É transferir BILHÕES AO LONGO DOS ANOS para o Paraguai, SEM LEGITIMIDADE MORAL, POIS TÍNHAMOS UM ACORDO! :

"O Tratado de Itaipu, assinado entre os países em 1973, prevê que até 2023 a lógica da venda de energia entre Brasil e Paraguai não será a do mercado, mas a de custo, já que o país vizinho não deu contrapartida financeira na construção da usina. O Senado brasileiro aprovou anteontem projeto que amplia os valores do tratado, elevando de 5,1 para 15,3 o fator de multiplicação aplicado no pagamento à energia não utilizada no Paraguai. O valor pago anualmente pelo Brasil subirá de US$ 120 milhões para US$ 360 milhões, segundo estimativa baseada nos custos de 2008" (Tirado de artigo da Folha de São Paulo).

Vamos às contas:

2023-2011= 12 anos (que tínhamos o direito legal e moral de pagar anualmente ao Paraguai por sua energia excedente).

U$ 360 milhões - U$ 120 milhões = U$ 240 milhões ( a diferença anual entre o que tínhamos o direito de pagar e o que o governo petista entreguista vai nos fazer entregar de bandeja ao paraguaios caloteiros).

U$ 240 milhões x 12 anos =  U$ 2,880 BILHÕES DE DÓLARES

U$ 2880 x 1,6 (cotação do Dólar de hoje)  = R$ 4,608 BILHÕES DE REAIS O PARAGUAI VAI TIRAR DE NOS SEM DISPARAR UM ÚNICO TIRO!

ISSO SIGNIFICA QUE 8 MILHÕES DE TRABALHADORES BRASILEIROS GANHANDO UM SALÁRIO MÍNIMO DE R$ 545,00 VÃO ENTREGAR UM MÊS DE SUAS VIDAS DE GRAÇA AOS PARAGUAIOS!

COMO EU SEMPRE DISSE: O PT DETESTA O POVÃO!

Dilma Rousseff , procônsul paraguaia no Brasil


NOSSO PRESIDENTE, DR. EVIL.

Parece que  Dilma Rousseff desistiu de viajar para a nossa metrópole, o Paraguai. Ela alega problemas de saúde. Eliane Catanhêde, porta voz da Dilma na Folha de São Paulo disse que a "coitadinha" teve uma semana difícil. Realmente, sabotar a democracia não deixando o Congresso votar o código florestal pode ser bastante extenuante.

Mas e o nosso presidente, o Fernando Lugo, que esta semana determinou a transferência de oito bilhões de reais para a metrópole, via revisão do tratado de Itaipu? Será que vai tolerar tamanha insubordinação do seu procônsul? Que perigo! Vai que ele decida nos invadir de vez? Quem sabe com um exercito dos filhos ilegítimos que ele teve quando era padre!? 

Ah é, não precisa invadir, já tem nosso governo nas mãos...

Esquerdistas : Ô gentinha ditatorial!



Você é livre para concordar ou não com Jair Bolsonaro. Bolsonaro é livre para exercer sua liberdade de expressão quando ele diz que o governo quer ESTIMULAR o homossexualismo entre as crianças da rede pública de ensino. Marinor Brito é livre de discordar com Jair Bolsonaro.

MAS ATENÇÃO, e isso não tem nada a ver com o homossexualismo : NÃO SÓ MARINOR BRITO ACHA QUE VOCÊ NÃO TEM O DIREITO DE CONCORDAR COM O BOLSONARO, ELA VAI ALÉM, ELA ACHA QUE O BOLSONARO NÃO DEVERIA NEM TER O DIREITO DE ABRIR A BOCA NO CONGRESSO NACIONAL!

No fundo, no fundo, a esquerda não está nem aí para a homofobia. Essa lei é um balão ensaio para que a sociedade se ACOSTUME A PERMITIR QUE O GOVERNO DITE QUAIS SÃO AS PALAVRAS ACEITÁVEIS QUE O CIDADÃO PODO PROFERIR. COMEÇA com coisas como insultos racistas ou homo fóbicos, E QUEREM SABER ONDE TERMINA?

É SÓ OLHAR PARA O LUGAR IDEAL DESSA GENTE : CUBA. E então esquerdalhada, vão negar que gostariam que o Brasil tivesse um regime tipo cubano? A área de comentários está aberta para declarações de repúdio contra a mordaça castrista, mandem bala (só não levem essa expressão ao pé da letra ,tá?). Com esquerdistas, nunca se sabe...

terça-feira, 10 de maio de 2011

Inflação domada ou indomável?

LÁ VÃO NOSSOS EMPREGOS A CAMINHO DA CHINA


O governo petralha e seus escribas do controle social (governamental) na imprensa lançaram na semana passada a campanha "vamos baixar a inflação no grito". Os jornais estão cheios de palavras como desaceleração e baixa dos preços dos combustíveis. Dilmula se diz "preocupadíssima" com o avanço da inflação acima do teto fixado pelo plano de metas da inflação, plano que foi instituído pelo governo FHC e pelo qual a petralhada têm grande apreço.

Então o governo manda a Petralhabras reduzir um pouco o preço dos combustíveis aqui, faz umas promessas de redução ali e prevê, ANTENÇÃO: PREVÊ uma desaceleração. Convenhamos que acalmar o mercado faz parte do jogo, tudo bem, mas e a realidade? A REALIDADE É QUE O BRASIL continua ESTRUTURALMENTE INCAPAZ DE CRESCER SEM INFLAÇÃO.

Enquanto não houver reforma tributária, das leis trabalhistas e diminuição da burocracia CONSTRUIR FÁBRICAS para compensar o aumento da demanda, gerando emprego e renda, SERÁ UM SONHO DISTANTE.

Enquanto isso, o governo vagabundo e petralha vai conter a inflação pela importação de produtos e A EXPORTAÇÃO DE EMPREGOS, GERAÇÃO DE RENDA E DESENVOLVIMENTO SOCIAL PARA OUTROS PAÍSES.

Ô GOVERNO INEPTO!

segunda-feira, 9 de maio de 2011

É a lei, estúpido!



Durante anos o ex-presidente Lula se comportou como se sua maior tara de adolescência tivesse sido realizada: que ele virou ditador do bem no mais novo paraíso comunista, o Brasil. E ele deitou e rolou. Roubou e se lambuzou na malandragem. Insultou, ameaçou e achincalhou seus adversários, ou seja, qualquer um que não concordasse com o déspota.

Foi um período difícil para as instituições brasileiras, que se viram diante de um país e uma política estupefatos diante dos fatos. Nosso primeiro presidente operário, homem do povo, UM LADRÃO SALAFRÁRIO SEM VERGONHA? Tem gente que não acredita até hoje. E o apedeuta ainda tenta aproveitar-se desse fato para tentar apagar o acontecido da nossa história, reabilitando os mensaleiros. Só que no mundo real ele descobre que no Brasil, temos uma coisinha chamada constituição. Para os cínicos que duvidam dela, pois que saibam, O MULA SÓ NÃO ESTÁ MAIS NA PRESIDÊNCIA GRAÇAS A ELA E OS QUE A DEFENDEM COM UNHAS E DENTES.

E agora parece que a constituição está com sede de vingança. Deve ser o espírito dos verdadeiros guerreiros da democracia que lutaram tanto para que nosso país tivesse hoje uma constituição democrática, essa constituição que o mula tanto despreza e desrespeita.



DEU NO SITE CONGRESSO EM FOCO E FOI DIVULGADO NO BLOG COTURNO NOTURNO

09/05/2011 - 17h44
Procurador gaúcho responsabiliza Lula por mensalão
Rudolfo Lago
No último dia 17 de abril, o procurador da República Manoel Pastana encaminhou ao procurador geral da República representação em que responsabiliza o ex-presidente pela existência do mensalão
Ao fazer a investigação e elaborar a peça acusatória que baseia a ação penal sobre o mensalão, que tramita no Supremo Tribunal Federal, a Procuradoria Geral da República livrou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de responsabilidade sobre os fatos que marcaram o seu primeiro mandato. O procurador da República no Rio Grande do Sul Manoel Pastana, no entanto, agora quer modificar essa situação. No dia 17 de abril, ele encaminhou ao procurador geral da República, Roberto Gurgel, uma representação em que pede a responsabilização criminal de Lula pela existência do mensalão. O Congresso em Foco teve acesso exclusivo à representação.

Para Pastana, há provas da responsabilidade do ex-presidente na montagem do esquema de captação e distribuição de recursos para aliados que ficou conhecido como mensalão. A assessoria de Lula foi procurada, mas não prestou nenhum esclarecimento à reportagem do Congresso em Foco. Para mais, clique
aqui .